Em Direto
Acompanhe aqui, ao minuto, o jogo do Grupo A entre Escócia e Suíça

Miguel Oliveira recupera de 18.º para 12.º na corrida sprint do GP de Itália

por Lusa
Claudio Giovannini - EPA

O piloto português Miguel Oliveira (Aprilia) recuperou hoje seis posições na corrida sprint do Grande Prémio de Itália de MotoGP, sexta prova da temporada, terminando no 12.º lugar depois de ter largado de 18.º.

O piloto luso cumpriu as 11 voltas a 7,930 segundos do vencedor, o italiano Francesco Bagnaia (Ducati), que deixou o compatriota Marco Bezzecchi (Ducati) na segunda posição, a 0,369 segundos, e o espanhol Jorge Martin (Ducati) em terceiro, a 0,952.

Esta foi a terceira vitória de Bagnaia em seis corridas sprint já disputadas esta temporada.

Miguel Oliveira, que ainda recupera de uma fratura no ombro esquerdo sofrida no Grande Prémio de Espanha, quarta prova da temporada, partiu da 18.ª posição, mas, à segunda volta, já era 14.º.

A corrida foi bastante atribulada, até porque a chuva ameaçou abater-se sobre o circuito de Mugello, em Itália, com a queda de algumas gotas nas primeiras voltas.

No entanto, a água não foi suficiente para os pilotos irem às ‘boxes’ trocarem por motas com pneus de chuva.

Sendo corridas mais rápidas e com pontos apenas para os nove primeiros classificados, as manobras tornam-se, também, mais agressivas pois há menos margem para recuperar tempo perdido.

O sul-africano Brad Binder (KTM) foi mesmo penalizado com uma volta longa por ter provocado a queda do espanhol Alex Márquez (Ducati) logo na primeira volta.

O antigo companheiro de Miguel Oliveira estabeleceu um novo recorde de velocidade em provas de MotoGP, tendo atingido os 366,1 km/h.

O espanhol Alex Rins (Honda) também foi ao solo e acabou transportado ao centro médico do circuito para exames.

O australiano Jack Miller (KTM) também esteve envolvido em escaramuças e, sobretudo, num toque com o espanhol Marc Márquez (Honda), que fez o piloto catalão perder algumas posições.

A Ducati terminou com cinco motas nos cinco primeiros lugares, pois o francês Johann Zarco e o italiano Luca Marini foram quarto e quinto, respetivamente.

Com estes resultados, Francesco Bagnaia aumentou de um para quatro pontos a vantagem no Mundial de pilotos face a Marco Bezzecchi. Bagnaia, atual campeão em título, tem agora 106 pontos, contra os 102 de Bezzecchi. Miguel Oliveira é 16.º, com 21.

No domingo, disputa-se a corrida principal do GP de Itália.
pub