Moto GP, Moto 2 e Moto 3 encurtam corridas para harmonizar calendário

| Motos

|

A distância percorrida em algumas provas de Moto GP, Moto 2 e Moto 3, do Mundial de motociclismo de velocidade, vai ser reduzida nas épocas de 2018 e 2019, com o objetivo de harmonizar a duração das corridas.

"Isso permitirá que algumas corridas tenham a mesma duração em cada evento do calendário do campeonato do Mundo, a fim de melhorar a organização e permitir aos difusores uma melhor organização do programa nos dias de corrida", revelou hoje a organização Moto GP.

A partir deste ano, na categoria principal, o Moto GP, serão encurtadas sete corridas, nos Grandes Prémios das Américas, França, Catalunha, República Checa e San Marino, em uma volta, em Espanha duas, e em Valência três.

No Moto 2, categoria intermédia que tem o piloto português Miguel Oliveira, as corridas americana, francesa, catalã, alemã, checa, japonesa, malaia e a de San Marino perdem uma volta, enquanto as de Espanha e Valência perdem duas.

Em 2019 serão feitas mais alterações no Moto 2 e Moto 3, mas nesse ano o Moto GP manterá o mesmo formato.

A informação mais vista

+ Em Foco

Um terramoto de magnitude 7,5 e um tsunami varreram a ilha de Celebes, causando a morte de pelo menos duas mil pessoas. A dimensão da catástrofe é detalhada nesta infografia.

    Em entrevista exclusiva à RTP, Flávio, um dos filhos de Jair Bolsonaro, afirmou que o candidato do PT Fernando Haddad devia juntar-se a Lula da Silva.

    Na Venezuela, os sequestros estão a aumentar. Em Caracas, só este ano foram raptadas 107 pessoas.

      Faltam seis meses para a saída do Reino Unido da União Europeia. Dia 29 de março de 2019 é a data para o divórcio. A RTP agrega aqui uma série de reportagens sobre o que o Brexit pode significar.