Reportagem Tailândia. Mergulhadores completam resgate de crianças e treinador

A equipa responsável pela missão na gruta de Tham Luang concluiu esta terça-feira o resgate das últimas quatro crianças que ali estavam retidas. Também o treinador da equipa de futebol que as acompanhava foi retirado.

Fazer refresh a esta área
Clique aqui para atualizar

Concluímos aqui o acompanhamento minuto a minuto da operação de resgate na Tailândia.

14h16 - Festejos em Tham Luang

A televisão tailandesa mostra imagens de socorristas a celebrar o fim da operação de resgate.


14h11 - Os últimos socorristas

Para trás, no interior da gruta de Tham Luang, ficaram ainda três operacionais da unidade de elite da Marinha Real da Tailândia e o médico que se manteve com o grupo ali retido ao longo dos últimos dias. Deverão sair a breve trecho.

14h00 - Líderes internacionais aplaudem

Donald Trump recorreu ao Twitter para saudar o desfecho da operação de resgate na Tailândia.


"Em nome dos Estados Unidos, parabéns aos Navy Seals tailandeses e a todos pelo salvamento bem sucedido dos 12 rapazes e do seu treinador da perigosa gruta na Tailândia. Que momento bonito - todos libertados, grande trabalho!", escreveu o Presidente norte-americano.

Em Berlim, a primeira reação coube a Steffen Seibert, porta-voz da chanceler alemã, Angela Merkel.


"Tanto para admirar: a perseverança dos corajosos rapazes e do seu treinador e a capacidade e a determinação dos seus socorristas", assinalou.

Também a primeira-ministra britânica, a braços com uma crise política precipitada por demissões em série no seu Executivo, quis manifestar satisfação com os últimos acontecimentos em território tailandês.


"O mundo estava a observar e vai saudar a bravura de todos os envolvidos", escreveu Theresa May na mesma rede social.

Da Casa Real de Espanha saiu igualmente um tweet com uma nota de satisfação.


"Temos estado todos pendentes, minuto a minuto, do resgate em #ChiangRai", lê-se no texto.

13h42 - O filme do terceiro dia do resgate

Esta terça-feira saíram os últimos quatro menores e o treinador que os acompanhava. A operação começou mais cedo do que na véspera.


13h36 - Hospitalizados

Os menores estão relativamente bem de saúde, embora debilitados. Todos correm ainda o risco de infeções e por isso permanecerão de quarentena.

As próximas horas vão ser decisivas para avaliar a evolução do estado clínico.

13h26 - "Milagre ou ciência"

"Não sabemos se isto foi um milagre, ciência ou o quê. Todos os 13 Wild Boars estão agora fora da gruta", escrevem os Seals da Tailândia no Facebook.



12h55 - Todos a salvo

O desfecho da operação de resgate é confirmado pela unidade de elite da Marinha tailandesa, citada pela agência Reuters. Os mergulhadores conseguiram resgatar, ao longo de três dias de missão, os 12 rapazes da equipa de futebol Wild Boars e o seu treinador.

"Os 12 Wild Boars e o treinador emergiram da gruta e estão a salvo", anunciou a unidade de elite na sua página do Facebook.

Durou 18 dias a provação dos membros da equipa de futebol aprisionados pela subida do nível da água no complexo subterrâneo de Tham Luang. Os 12 rapazes e o treinador foram localizados no início da semana passada por mergulhadores britânicos.



A operação de extração começou no domingo.

Na passada sexta-feira, um antigo mergulhador da Marinha tailandesa morreu quando participava nos trabalhos de apoio à missão de resgate.

12h00 - A equipa

Um vídeo partilhado na rede social Facebook pela mulher de Nopparat Kanthawong, o treinador da equipa de futebol aprisionada na gruta, mostra um conjunto de fotografias do grupo.



11h50 - Ansiolíticos

O primeiro-ministro tailandês confirma que foram administrados aos menores medicamentos para atenuar a ansiedade, mas Prayuth Chan-ocha desmente informações que apontavam para a possibilidade de o resgate estar a decorrer com os rapazes anestesiados.

11h32 - Primeiro-ministro visitou famílias


O primeiro-ministro tailandês, Prayuth Chan-ocha, esteve reunido com familiares dos menores.



Prayuth Chan-ocha esteve ainda reunido com responsáveis pela missão de resgate em Tham Luang. Foi informado sobre os detalhes da operação pelo número um do centro de comando, Narongsak Osatanakorn.



11h14 - Resgatado o 11.º menor

A agência Reuters adianta que os socorristas conseguiram extrair a 11ª criança da gruta. Permanecem retidos o treinador da equipa de futebol e o último menor do grupo.

10h38 - Dez resgatados

Com base numa testemunha no local, a Reuters noticia que acaba de ser retirado da gruta o 10.º menor. Continuam por extrair duas crianças e o treinador.

Esta informação é corroborada à CNN por um membro das equipas de socorristas.

10h13 - Mais um menor resgatado

Os mergulhadores resgataram o nono menor da gruta de Tham Luang, confirma um responsável próximo da missão de resgate, citado pela agência Reuters.

Permanecem retidos três rapazes e o treinador.







9h47 - "Cada passo é arriscado"

Ouvido pela norte-americana CNN, Narongsuk Keasub, um dos mergulhadores responsáveis pelo transporte de garrafas de ar comprimido para os operacionais da Marinha tailandesa, admitiu estar perante "a missão mais difícil" que já desempenhou.

"Só podíamos ver as nossas mãos a curta distância. Em segundo lugar, as rochas são afiadas como lâminas, o que é perigoso para o nosso mergulho. Em terceiro, a passagem é muito apertada", descreveu Keasub, mergulhador da Autoridade de Eletricidade da Tailândia.



"Cada passo da extração é arriscado. Sinto-me bastante emocionado como pai. Todas a gente tem este sentimento porque nos sentimos como se fossem as nossas crianças dentro da gruta. Toda a gente continua preocupada. Será que eles vão sair? Ficarão doentes? Estamos a rezar para que tenham um regresso seguro", acrescentou.

9h18 - Obrigado, mas não

Os responsáveis pela operação de resgate agradeceram a iniciativa de Elon Musk, mas explicaram-lhe que o pequeno submarino não é a ferramenta ideal para a operação em curso.

"Apesar de a sua tecnologia ser boa e sofisticada, não é prática para esta missão", disse aos jornalistas Narongsak Osatanakorn, número um do centro de comando do resgate.

9h15 - O submarino de Elon Musk

Na segunda-feira, o dispositivo de socorro posicionado em Tham Luang recebeu a visita do multimilionário da tecnologia Elon Musk, que ali deixou, como havia anunciado, um submarino de pequenas dimensões - capaz de transportar uma criança de cada vez - desenvolvido pela sua companhia SpaceX.

"Acabo de regressar da Caverna 3. O minisubmarino está pronto, se necessário. É feito de peças de foguetão e chama-se Wild Boar, como a equipa de futebol dos miúdos. Deixo-o aqui para o caso de ser necessário no futuro. A Tailândia é tão bonita", escreveu o empresário no Twitter.


Musk publicou também um vídeo no Instagram que mostra as condições no interior da gruta.

Just got back from Cave 3

A post shared by Elon Musk (@elonmusk) on


9h00 - Na véspera

Recordamos aqui o trabalho dos socorristas que permitiu resgatar mais quatro crianças na segunda-feira.


8h32 - O terceiro dia do resgate

Os mergulhadores tentam hoje resgatar os restantes quatro menores e o treinador do interior da gruta de Tham Luang.

O local onde se situa o complexo subterrâneo foi fustigado, durante a noite, por chuvas torrenciais. Todavia, as autoridades tailandesas afiançam que a precipitação não afetou os preparativos para a última fase da operação.

"Se tudo correr bem, veremos a sair quatro miúdos, um médico e três seals que ficaram com eles. Quatro mais o treinador", afirmou o coordenador do resgate.

8h26 - Bateria de exames

Todos os rapazes, com idades compreendidas entre os 12 e os 16 anos, foram submetidos a exames radiológicos e sanguíneos. As amostras de sangue foram enviadas para Banquecoque. Os resultados devem ser conhecidos nos próximos dias.

Os menores foram ainda vacinados contra o tétano e a raiva. Foram também vistos por um oftalmologista, que descartou quaisquer danos eventualmente causados pela privação de luz.

O grupo deverá permanecer internado durante uma semana. Caso os testes não revelem infeções, os pais "serão autorizados a aproximar-se das camas com vestuário de proteção e a uma distância de dois metros", explicou, em conferência de imprensa, o médico Tosthep Bunthong.

Os pais do primeiro grupo de menores resgatados puderam já vê-los, mas apenas através de um vidro.

8h08 - Quadro clínico

Um responsável do Ministério da Saúde Pública da Tailândia afirma, a partir de um hospital de Chiang Rai, que os oito rapazes já extraídos da gruta estão bem - física e mentalmente.

"Todos os oito estão de boa saúde, sem febre. Todos estão num bom estado mental", adianta Jedsada Chokdamrongsuk, secretário permanente do Ministério.

Ainda assim, dois dos menores estão a tomar antibióticos devido a sinais de pneumonia, embora mantenham, por agora, um quadro "normal", segundo a France Presse.

7h13
- As autoridades no local do resgate afirmaram que as últimas cinco pessoas que estão na gruta na Tailândia vão ser retiradas esta terça-feira.

Um médico e três mergulhadores dos comandos da marinha tailandesa que ficaram junto do grupo desde que foi encontrado no início da semana passada vão também sair nas próximas horas.

Nos últimos dois dias, oito das crianças presas há duas semanas, na gruta de Tham Luang, em Chiang Rai, no norte da Tailândia, foram resgatadas com sucesso. De acordo com as autoridades, encontram-se "saudáveis".

Os quatro primeiros rapazes retirados no domingo já tiveram um primeiro contacto com as famílias.

RTP 3 em direto

A informação mais vista