Japonês Yuki Kawauchi vence 122.ª Maratona de Boston

| Outras Modalidades

Legenda da Imagem
|

O japonês Yuki Kawauchi venceu esta segunda-feira a 122.ª edição da Maratona de Boston, nos Estados Unidos, tornando-se no primeiro atleta daquele país a vencer a prova desde 1987.

Numa prova disputada debaixo de muita chuva, Kawauchi, de 31 anos, cortou a meta com um tempo de 2:15.54 horas, batendo o queniano Geoffrey Kirui, segundo classificado e vencedor em 2017, e o norte-americano Shadrack Biwott, terceiro.

O vencedor da Maratona de Tóquio de 2011, funcionário estatal na província de Saitama e corredor amador, ainda que já tenha representado o Japão em Mundiais, tornou-se o primeiro japonês a vencer a corrida desde Toshihiko Seko, em 1987.

Na prova feminina, a norte-americana Desiree Linden, sétima nos Jogos Olímpicos do Rio2016, também quebrou um 'jejum' de mais de 30 anos, ao vencer a corrida e ser a primeira corredora dos Estados Unidos a erguer os braços desde Lisa Weidenbach em 1985.

A norte-americana de 34 anos, que bateu a compatriota Sarah Sellers, segunda, e a canadiana Krista Duchene, terceira, registou um tempo de 2:39.54, o pior tempo vencedor desde 1980.

A informação mais vista

+ Em Foco

A revelação foi feita durante uma entrevista exclusiva à RTP à margem da cimeira de CPLP, que decorreu esta semana em Cabo Verde.

Em entrevista à RTP, Graça Machel revela que o grande segredo de Nelson Mandela era fazer sentir a cada pessoa com quem falava que era a mais importante.

O economista guineense Carlos Lopes, em entrevista à RTP, considera que a Europa tem discutido as migrações e outras questões africanas, sem consultar os africanos.

    Apesar da legislação contra estas situações, os Estados Unidos são dos países que mais importam produtos em risco de serem produzidos através de trabalhos forçados.