Portugal aumenta para 18 as vagas nos Jogos Paralímpicos

por Mário Aleixo - RTP
Portugal já tem 18 vagas nos Jogos Paralímpicos Mohammed Badra - EPA

Portugal aumentou para 18 as presenças garantidas nos Jogos Paralímpicos Paris2024, após as vagas atribuídas, via ranking, aos atletas de boccia Ana Sofia Costa, José Gonçalves e Carla Oliveira, anunciou o Comité Paralímpico de Portugal (CPP).

As vagas atribuídas pela Federação Internacional de Boccia (BISFed) a Ana Sofia Costa e José Gonçalves, ambos da classe BC3, e Carla Oliveira, que compete em BC4, aumentam para seis o número de portugueses nas provas de boccia, e para 18 as quotas, em seis modalidades, asseguradas por Portugal nos Jogos Paris2024, que decorrem entre 28 de agosto e 8 de setembro.

Ainda sem todas as qualificações fechadas, Portugal tem seis representantes no boccia: Ana Sofia Costa, José Gonçalves e Carla Oliveira, e a equipa BC1-BC2 que será composta por três atletas ainda a designar.

O atletismo conta com quatro quotas não nominais, e a natação com outras quatro, que, por proposta da Federação Portuguesa de Natação ao CPP, serão preenchidas por Daniel Videira, Diogo Cancela, Marco Meneses e Tomás Cordeiro.

A canoagem tem garantidas as presenças de Alex Santos e Norberto Mourão, e o badminton estará representado por Beatriz Monteiro, enquanto o ciclismo tem assegurada uma vaga não nominal.

À exceção das vagas atribuídas via ranking individual, todas as vagas asseguradas em competições de apuramento são não nominais e serão atribuídas aos atletas mediante critérios de seleção definidos por cada uma das federações de modalidade, em articulação com o Comité Paralímpico de Portugal (CPP).

Portugal somará em Paris2024 a sua 12.ª participação no evento, no qual conseguiu um total de 94 medalhas (25 medalhas de ouro, 30 de prata e 39 de bronze)
.
pub