José Augusto marcou à Hungria em 1966

| Seleção Nacional

José Augusto sabe o que é marcar golos à Hungria
|

O antigo internacional marcou dois golos à Hungria em 1966.

O carismático extremo, em declarações ao jornalista da Antena 1 João Gomes Dias, lembrou esses momentos vividos frente à seleção magiar no Mundial de Inglaterra: “O primeiro golo marquei-o na sequência de um canto apontado pelo Eusébio e eu apareci ao primeiro poste para faturar. O segundo golo também foi apontado de cabeça a concretizar um centro”.

Portugal venceu a Hungria por 3-1 e José Augusto ainda se recorda que a seleção magiar tinha muito valor: “Tinham uma excelente equipa mas nós ganhamos esse primeiro jogo da fase final e embalamos para uma grande campanha” que culminou com a conquista do terceiro lugar.

Na atualidade José Augusto admitiu que “a Hungria não é a mesma mas é sempre um adversário difícil porque tem uma qualidade genuína grande”.



Contudo o antigo jogador e treinador da equipa das quinas fez questão de frisar que “a atual seleção portuguesa é a campeã europeia e tem uma responsabilidade enorme por isso é favorita para o jogo de sábado”.

Portugal defronta a Hungria para o grupo B da fase de qualificação europeia do Mundial2018, sábado, dia 25 de março, às 19h45, no estádio da Luz.

A Suíça comanda o grupo B com 12 pontos, seguida de Portugal com 9, Hungria 7, Ilhas Faroé 4, Letónia 3 e Andorra 0.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

    Quase seis décadas depois, a Presidência de Cuba deixou de estar nas mãos de um membro do clã Castro.

    Porto Santo tem em curso um projeto para se transformar na primeira ilha do planeta livre de combustíveis fósseis.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.