Portugal empata com a Espanha na segunda ronda do Europeu de sub-19

| Seleção Nacional

Legenda da Imagem
|

A seleção portuguesa de futebol de sub-19, detentora do troféu, empatou esta quarta-feira 1-1 com a Espanha, em jogo da segunda jornada do grupo A do Campeonato da Europa, disputado em Erevan.

Um livre direto de Fábio Vieira permitiu à seleção portuguesa de futebol de sub-19 empatar 1-1 com a Espanha e ficar a um passo das meias-finais do Campeonato da Europa, na segunda jornada do grupo A.

O lateral-esquerdo Juan Miranda colocou os espanhóis em vantagem, aos 41 minutos, mas o médio do FC Porto empatou o encontro, aos 49, num livre direto superiormente executado.

Com esta igualdade, Portugal, detentor do troféu da categoria, divide a liderança com a Espanha, ambos com quatro pontos, e deu um passo importante rumo às meias-finais, depois de ter batido a Itália na ronda inaugural, por 3-0.

Se o triunfo diante dos transalpinos foi claro e inequívoco - eventualmente até curto perante as oportunidades criadas -, o duelo ibérico teve o equilíbrio como nota dominante e poucas foram as situações de golo construídas por portugueses e espanhóis.

Apesar do domínio da Espanha na primeira parte, apenas Abel Ruiz assustou a defensiva portuguesa, falhando um desvio dentro da área comandada por Celton Biai.

O nulo seria ‘desbloqueado’ perto do intervalo, num momento de inspiração de Juan Miranda, que também beneficiou da muita passividade dos jogadores portugueses. O lateral-esquerdo do FC Barcelona ganhou espaço à entrada da área, acertou no poste e ainda teve tempo e espaço para acertar com a recarga.

A resposta de Portugal surgiu pelo pé esquerdo de Fábio Vieira, num remate parado por Arnau Tenas, que nada poderia fazer no arranque da etapa complementar, quando o canhoto do FC Porto demonstrou perícia e empatou o jogo.

Pouco depois, Celton Biai foi crucial para evitar o golo da Espanha, opondo-se em ‘dose’ dupla às tentativas dos espanhóis, que só voltariam a incomodar o guarda-redes luso através de Ferrán Torres.

Portugal tem agora caminho aberto para as meias-finais da prova, já que na última ronda defronta a anfitriã Arménia, que foi goleada pela Espanha (4-1), na primeira jornada.

O jogo com os arménios está agendado para sábado, em Erevan, partir das 18:00 (hora de Lisboa), sendo que à mesma hora a seleção espanhola joga com a Itália.

Jogo realizado no Estádio Banants, em Erevan.

Portugal - Espanha, 1-1.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, Juan Miranda, 41 minutos.

1-1, Fábio Vieira, 49.

Equipas:

- Portugal: Celton Biai, Tomás Tavares, Gonçalo Loureiro, Gonçalo Cardoso, Tiago Lopes (Costinha, 65), Diogo Capitão, Vítor Ferreira (Samuel Costa, 76), Fábio Vieira (Daniel Silva, 82), João Mário (António Gomes, 83), Félix Correia e Tiago Rodrigues (Tiago Gouveia, 65).

(Suplentes: Francisco Meixedo, Costinha, Gonçalo Ramos, Levi Faustino, Samuel Costa, Daniel Silva, Rodrigo Fernandes, Tiago Gouveia e António Gomes).

Treinador: Filipe Ramos.

- Espanha: Arnau Tenas, Ricard Sánchez, Eric Garcia, Hugo Guillamón, Juan Miranda, Antonio Blanco, Sergio Gómez (Ánder Barrenetxea, 80), Moha Aiman (Víctor Mollejo, 85), Ferrán Torres, Bryan Gil (Álvaro Sanz, 85) e Abel Ruiz (Alejandro Marqués, 90).

(Suplentes: Álvaro Fernández, Victor Gómez, Víctor Chust, Miguel Gutiérrez, Jandro Orellana, Álvaro Sanz, Alejandro Marqués, Víctor Mollejo e Ánder Barrenetxea).

Treinador: Santi Denia.

Árbitro: Anastasios Papapetrou (Grécia).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Félix Correia (42) e Fábio Vieira (74).

A informação mais vista

+ Em Foco

A Grécia agradeceu a Portugal a solidariedade do país pela disponibilidade de receber mil migrantes e refugiados, atualmente alojados em condições precárias naquele país.

A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.