Bruno Mascarenhas demitiu-se do conselho diretivo do Sporting

| Sporting

Bruno Mascarenhas foi o último elemento do Conselho Directivo do Sporting a anunciar a sua demissão
|

Bruno Mascarenhas, vogal da direcção de Bruno de Carvalho e muito próximo do presidente, apresentou a sua demissão esta sexta-feira de manhã.

Bruno Mascarenhas era um elemento importante na estrutura diretiva. Este elemento do conselho diretivo era o habitual representante de Sporting em assuntos na Liga.

Na quinta-feira já se tinham demitido António Rebelo, Luís Loureiro e os suplentes Jorge Sanches e Rita Matos.
Carta de despedida
O vogal da direção do Sporting Bruno Mascarenhas despediu-se dos núcleos do clube, apelando à calma e que evitem tomadas de posição, numa carta a que a agência Lusa teve acesso.

"Nestes momentos muito difíceis que atravessamos, apelo a que mantenham a calma e evitem tomadas de posição. Os órgãos sociais dos núcleos representam o Sporting e os seus associados localmente e por isso têm uma responsabilidade acrescida", lê-se na missiva assinada pelo responsável pelo pelouro da expansão e núcleos do clube 'leonino'.

Nesta comunicação, Bruno Mascarenhas enaltece que esta foi uma das áreas que mais cresceu, "ao longo dos últimos cinco anos", detalhando o trabalho feito e identificando o que deve ser feito no futuro.

Entre os vários pontos, o dirigente leonino destaca o debate, em fevereiro de 2019, no congresso dos núcleos, em Vendas Novas, sobre a distribuição de bilhetes para finais de competições em que o clube esteja envolvido, assim como a descentralização das assembleias de voto nas eleições.

"Foram cinco anos muito importantes para o Sporting e tenho a consciência do trabalho realizado. A família dos núcleos aproximou-se e a entreajuda entre todos é hoje assumida como algo natural. A lealdade comigo e com o presidente Bruno de Carvalho, o terem assumido esta cruzada e o empenho que dedicam ao Sporting no vosso dia-a-dia é algo que não esqueço nem nunca esquecerei", prosseguiu.

Bruno Mascarenhas termina a missiva com o agradecimento aos colaboradores responsáveis pelos núcleos e com um agradecimento às próprias estruturas locais.

De acordo com o ponto 37.º dos estatutos do Sporting, "constituem causa de cessação do mandato da totalidade dos titulares do respetivo órgão social", quando ocorre com a cessação do mandato da maioria dos membros do Conselho Diretivo.

Foram eleitos para este órgão o presidente Bruno de Carvalho, os vice-presidentes Carlos Vieira e António Rebelo e os vogais Rui Caeiro, Bruno Mascarenhas, José Quintela, Alexandre Godinho, Luís Roque, Luís Gestas e Luís Loureiro.


A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à RTP, Graça Machel revela que o grande segredo de Nelson Mandela era fazer sentir a cada pessoa com quem falava que era a mais importante.

No dia em que se assinala o centenário do nascimento de Nelson Mandela, o jornalista António Mateus recorda o legado do histórico líder sul-africano.

Cientistas australianos descobriram uma nova subespécie de cobra. A descoberta acidental veio demonstrar que o animal poderá estar em perigo de extinção.

Um grupo de astrónomos dos Estados Unidos descobriu que Júpiter tem mais 12 luas. O gigante gasoso tem agora 79 satélites naturais.