Vitória quer dar “passo importante” a abrir meia-final da Taça com FC Porto

por Lusa
Lusa

O treinador Álvaro Pacheco afirmou hoje que o Vitória de Guimarães quer vencer FC Porto na quarta–feira e dar “passo importante” rumo à final da Taça de Portugal, numa meia–final em que perspetiva equilíbrio.

Convencido de que as quatro vitórias seguidas para a I Liga demonstram “evolução da sua equipa para saber lidar com as adversidades”, o técnico vitoriano realçou que a primeira mão com os ‘dragões’, agendada para as 20:15, em Guimarães, é mais “um desafio para continuar a crescer e a evoluir”, numa eliminatória que espera ver decidida na segunda mão, no Porto, em 17 de abril.

“Os dois jogos são importantes, mas o que queremos amanhã [quarta–feira], ainda para mais jogando em casa, é dar um passo importante e ganharmos. Temos de ter a tranquilidade de perceber que temos a segunda mão para discutir a eliminatória. A nossa intenção é ganhar vantagem”, disse, na antevisão ao encontro.

O ‘timoneiro’ assumiu que disputar uma final da ‘prova rainha’ no Estádio Nacional, em Oeiras, é “um sonho desde criança” e lembrou que, para o concretizar, os vimaranenses têm de ultrapassar um adversário que se quer recompor do desaire com o Estoril Praia (1–0), para a 27.ª jornada da I Liga.

Álvaro Pacheco realçou ainda que os ‘azuis e brancos’ têm jogadores mais do que suficientes para “demonstrar qualidade” e pediu aos seus atletas para estarem atentos aos “espaços que têm de ocupar” e para serem “proativos”.

“Temos de ser capazes de não deixar o FC Porto levar o jogo para os momentos que não pretendemos. Temos de ser proativos, de entrar com uma mentalidade muito forte, de ser agressivos”, vincou.

Questionado sobre a eventual primazia que os ‘dragões’ atribuem à Taça de Portugal, já que, no campeonato, são terceiros classificados, a 10 pontos do líder Sporting que tem menos um jogo, e a nove do segundo, o Benfica, a sete jornadas do fim, o técnico de 52 anos realçou que todas as equipas em campo dão primazia à ‘prova rainha’, inclusive a de arbitragem, liderada por Nuno Almeida, da associação do Algarve.

“É uma competição diferente. Vão estar em campo três grandes equipas, com uma equipa de arbitragem muito experiente. Todos os intervenientes acalentam o sonho de chegar à final. Para chegarmos à final, temos todos de fazer uma boa exibição”, disse.

À espera de ver o Estádio D. Afonso Henriques com uma “envolvência fantástica”, Álvaro Pacheco confirmou ainda que o guarda–redes e capitão Bruno Varela vai ser titular, quase dois meses depois de ter jogado pela última vez, no triunfo sobre o Vizela (1–0), em que contraiu uma lesão muscular.

O Vitória de Guimarães recebe o FC Porto, em jogo da primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal de futebol, agendado para as 20:15 de quarta-feira, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, com arbitragem de Nuno Almeida, da associação do Algarve.
pub