Fernando Santos entre os três melhores do ano

| Futebol Internacional

Fernando Santos parte como favorito ao prémio da FIFA para melhor treinador do ano de 2016
|

O português disputa o primeiro lugar com Zidane e Ranieri.

Fernando Santos está entre os três melhores treinadores de 2016 para a FIFA.

No dia 9 de janeiro a federação que gere o futebol mundial revela qual dos três merecer a distinção.

O “trunfo” que está do lado de Fernando Santos é a conquista do campeonato da Europa de futebol á frente da seleção e Portugal.

O treinador levou a equipa lusa a uma conquista inédita perante uma França que jogava em casa na final de Saint-Denis.

Zinedine Zidane sagrou-se vencedor da Liga dos Campeões europeus com o Real Madrid, e do italiano Claudio Ranieri, campeão de Inglaterra ao serviço do Leicester City.

Percurso brilhante

Com passagens por Benfica, FC Porto e Sporting no currículo, repetindo o feito do brasileiro Otto Glória, a caminhada para a "eternização" de Fernando Santos no futebol português começou a 29 de setembro de 2014 quando sucedeu a Paulo Bento com comando da seleção nacional.

Como sete vitórias consecutivas, o "engenheiro" - alcunha que lhe vem da formação em eletrónica e telecomunicações -, colocou Portugal na fase final do Euro2016 e viajou para França com o objetivo assumido de conquistar a prova, mesmo com a seleção nacional no lote dos "outsiders".

A verdade é que Portugal apenas venceu um encontro nos 90 minutos, frente ao País de Gales (2-0), nas meias-finais, mas regressou de terras gauleses com o seu primeiro grande troféu.

Na fase de grupos, a seleção nacional somou três empates, com Islândia (1-1), Áustria (0-0) e Hungria (3-3), e na segunda fase eliminou a Croácia no prolongamento, por 1-0, afastou a Polónia no desempate por grandes penalidades, antes de Éder, no prolongamento da final, dar o triunfo sobre França (1-0).

Antes de levantar o mais importante troféu europeu de seleções, Fernando Santos já tinha alcançado outro feito inédito, quando levou o FC Porto ao quinto título nacional consecutivo, em 1998/99, dando sequência aos 'bis' obtidos por Bobby Robson e António Oliveira.

Tem também no seu currículo duas Taças de Portugal, ambas com o FC Porto, e uma Taça da Grécia como AEK Atenas, em 2001/02. No Sporting, em 2003/04, e no Benfica, em 2006/07 e no arranque da época seguinte, teve passagens menos felizes.

Fernando Santos ocupou durante quatro anos o cargo de selecionador da Grécia, tendo alcançado os quartos de final do Euro2012 e o 'oitavos' do Mundial2014, naquele que foi o maior feito do futebol helénico num Campeonato do Mundo (nunca tinha passado da fase de grupos).




A informação mais vista

+ Em Foco

A União Europeia está ameaçada e tem de voltar à sua génese para se fortalecer e recuperar influência na cena mundial. Ou arrisca-se a perder o comboio do desenvolvimento e a desmembrar-se em pouco tempo.

    Num contexto de retorno do medo ao Reino Unido, a diplomata britânica Kirsty Hayes aponta a importância de todos os habitantes de Londres estarem unidos.

    Foram mais de três horas de debate a cinco mas sem grandes novidades. Le Pen defendeu o fim da imigração. Macron foi atacado pelas ligações à banca.

    Estarão os nossos equipamentos comprometidos? O especialista em cibersegurança Pedro Queirós alerta para um problema "assustador".