Sporting defronta Tondela sem margem de erro

| 1.ª Liga

O Tondela quer rectificar o desaire da primeira volta em Alvalade
|

O Sporting joga esta segunda-feira no terreno do Tondela, no encerramento da 23ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, e procura não perder terreno para os dois da frente, FC Porto e Benfica, que venceram os seus compromissos.

Três dias depois da longa deslocação ao Cazaquistão, coroada com uma vitória sobre o Astana (3-1), na Liga Europa, a equipa de Jorge Jesus recentra atenções na luta pelo título nacional, tentando repor a igualdade de pontos com os encarnados (56), que bateram o Boavista (4-0), e a diferença de dois para os azuis e brancos, que derrotaram o Rio Ave (5-0).

Para este encontro, o Sporting não pode utilizar como defesa esquerdo Fábio Coentrão, suspenso, mas poderá voltar a contar com o seu melhor marcador, o holandês Bas Dost, que será convocado, embora sem estar fisicamente a 100% depois de uma período de paragem por lesão.

Na antevisão do encontro o treinador dos "leões", Jorge Jesus, confessou esperar um jogo difícil e comeptitivo frente a um adversário com marcações apertadas.



Do lado da equipa beirã há uma baixa confirmada: Ícaro cumpre um jogo de castigo.

Na conferência de imprensa de lançamento da partida o técnico dos tondelenses, Pepa, disse esperar um bom resultado da sua equipa à custa de humildade e muita determinação.



Numa partida agendada para as 20h00, o Tondela, 11º classificado, com 25 pontos, vai tentar dar sequência à vitória da ronda anterior, em Paços de Ferreira (2-0), onde quebou um ciclo de três desaires consecutivos.


A informação mais vista

+ Em Foco

O antigo procurador-geral da República do Brasil revelou à RTP que já recebeu várias ameaças de morte e defendeu uma reforma profunda do sistema político brasileiro.

Quando Ana Paula Vitorino indicou Lídia Sequeira, a economista ainda era gerente da sua empresa, o que viola a lei em matéria de incompatibilidades e o dever de imparcialidade.

Em seis anos, as investigações sucederam-se, sem poupar ninguém, da política ao futebol e à banca, seguindo a bandeira da ainda procuradora geral, o combate à corrupção.

    O Conselho Europeu informal de Salzburgo tem em cima da mesa dossiers sensíveis, com a imigração e o Brexit no topo da agenda. A RTP preparou um conjunto de reportagens especiais sobre esta cimeira.