Ciclismo. Bernal evolui nos cuidados intensivos

por Mário Aleixo - RTP
Bernal foi socorrido no Hospital universitário de la Sabana Mauricio Duenas Castaneda-Epa

O ciclista colombiano Egan Bernal, vencedor da Volta a França em 2019, encontra-se a recuperar nos cuidados intensivos, depois de ser operado a vários traumatismos, na sequência de um acidente num treino.

Bernal, de 25 anos, foi operado nas últimas horas, na sequência do acidente em que colidiu com um autocarro enquanto treinava e que lhe provocou várias fraturas e um trauma torácico.

De acordo com um comunicado do Hospital universitário de la Sabana, nos arredores de Bogotá, a “intervenção neurocirúrgica” foi um “sucesso”, e é expectável “uma evolução gradual nas próximas 72 horas nos cuidados intensivos”.

O hospital refere ainda que foi efetuada uma cirurgia à coluna, “mantendo a integridade neurológica e preservando a funcionalidade dos segmentos afetados”.

Iremos prosseguir com reabilitação, de modo que se obtenha os melhores resultados possíveis com o paciente”, acrescenta a nota.

De acordo com a polícia local, citada pela agência EFE, o ciclista chocou na segunda-feira contra o autocarro quando este se deteve “bruscamente” para deixar sair um passageiro.

Ainda segundo as autoridades, Bernal, “que circulava no mesmo sentido e na mesma via, não viu a manobra feita pelo veículo, chocando com a traseira do mesmo”.

Após terem sido publicadas fotografias de Bernal deitado no chão, a ser assistido, a INEOS indicou que o corredor estava “estável”, tendo os médicos, posteriormente, apontado um trauma torácico, e também fraturas num fémur e numa rótula.
pub