Mundial2030: FIFA termina visita técnica aos estádios portugueses

por Lusa
Oscar Gonzalez/Sipa USA via Reuters Connect

A delegação da FIFA presente em Portugal para visitar os estádios que vão acolher o Campeonato do Mundo de futebol de 2030 esteve hoje no Estádio do Dragão, no Porto, depois de passar por Alvalade e Luz, em Lisboa.

Os representantes do organismo internacional, chefiados por Nicholas Rozenberg, em conjunto com os elementos da comissão de candidatura "Yalla Vamos 2030!", liderada por António Laranjo, começaram o dia com o reconhecimento de dois potenciais locais para a 'fan zone', a área da Alfândega e a Avenida dos Aliados, com acompanhamento de Tiago Andrade, em representação da Câmara Municipal do Porto.

No Estádio do Dragão, já acompanhadas por João Borges, vice-presidente do FC Porto, as delegações foram conduzidas por Ricardo Carvalho, diretor de gestão das instalações pelas áreas do recinto, com André Villas-Boas, presidente do FC Porto, a aproveitar um momento de pausa na visita para cumprimentar todos os presentes.

Após a vistoria, que começou na véspera nos estádios de Benfica e Sporting, Nicholas Rozenberg destacou o "trabalho que está a ser feito por todos os responsáveis dos clubes de acordo com as prerrogativas da candidatura".

Uma ideia partilhada por António Laranjo: "É de salientar o trabalho de todos em prol desta candidatura".

Por sua vez, João Borges, vice-presidente do FC Porto, considerou "uma honra e uma oportunidade" a integração do Dragão no Mundial2030.

"Vai permitir-nos fazer um investimento na nossa infraestrutura que vamos poder transportar para o futuro e fazer um conjunto de bem-feitorias nas nossas instalações que nos irão beneficiar", evidenciou.

Portugal, Espanha e Marrocos vão organizar o Campeonato do Mundo de 2030, anunciou a FIFA em outubro do ano passado.

Argentina, Paraguai e Uruguai também vão acolher três partidas do Mundial2030, como forma de celebrar o centenário da competição, cuja primeira edição decorreu no Uruguai, em 1930.
pub