Cristiano Ronaldo é o primeiro a atingir os 100 golos na Liga dos Campeões

| Liga dos Campeões

Legenda da Imagem
|

Cristiano Ronaldo tornou-se terça-feira o primeiro futebolista a atingir os 100 golos nas Liga dos Campeões de futebol, ao marcar por três vezes na vitória em casa sobre o Bayern Munique, nos quartos de final da Liga dos Campeões.

Uma semana depois de ter atingido a centena nas competições europeias, com um 'bis' na Alemanha, no jogo da primeira mão, o capitão da seleção portuguesa partiu para o segundo encontro com 97 tentos na 'Champions' e alcançou os 100 quando completou o 'hat-trick' no prolongamento, aos 110 minutos.

Num jogo que terminou com vitória do Real Madrid, por 4-2, e com a sétima qualificação consecutiva dos atuais campeões europeus para as meias-finais, Cristiano Ronaldo marcou o seu primeiro golo aos 76 minutos e o segundo já no prolongamento, aos 105.

Sem contabilizar jogos de pré-eliminatória, o extremo português, de 32 anos, cumpriu hoje o seu 137.º jogo na 'Champions', 10 anos depois de se ter estreado a marcar nesta competição, ao serviço do Manchester United.

Ronaldo fez o seu primeiro tento na Liga dos Campeões a 10 de abril de 2007, na goleada dos 'red devils' sobre a Roma, por 7-1, em jogo da segunda mão dos quartos de final, no qual o madeirense acabaria por 'bisar'.

O avançado luso foi o melhor marcador nas últimas quatro temporadas -- em 2014/15 'ex-aequo' com Messi e Neymar -, com um recorde de 17 golos em 2013/14.

A informação mais vista

+ Em Foco

Veja ou reveja aqui os debates na RTP com os candidatos às presidências das câmaras municipais das 18 capitais de distrito de Portugal Continental. A série é transmitida até 14 de setembro.

    Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A Antena 1 fixa o país em duas dezenas de retratos no caminho para as eleições autárquicas.

      Sem possibilidade de receber os ordenados em euros ou de pagar as contas em Portugal, muitos recorrem ao mercado negro para trocar dinheiro.

      É portuguesa a única equipa do mundo que faz o despiste genético de cancro do estômago. Os investigadores viram agora renovado o financiamento.