Diego Costa suspenso por oito jogos

por Mário Aleixo - RTP
Diego Costa não joga mais esta época em Espanha Reuters

O futebolista internacional espanhol Diego Costa, do Atlético Madrid, vai falhar o resto da época, depois de ter sido castigado com oito jogos de suspensão, segundo informou o Comité de Competição da Real Federação Espanhola.

O comité atrasou até esta quinta-feira a decisão por esperar justificações do árbitro Jesús Gil Manzano, em relação ao que escreveu no relatório.

Diego Costa foi expulso aos 28 minutos do jogo com o FC Barcelona, em Camp Nou, com o árbitro a dizer que o jogador do Atlético de Madrid viu o cartão vermelho direto depois de lhe dirigir várias ofensas verbais graves.

No mesmo relatório, o árbitro refere que, depois de expulso, o jogador agarrou-lhe várias vezes o braço, com o objetivo de o impedir de mostrar o cartão amarelo a José María Jiménez e a Diego Godín, ambos da equipa "colchonera".

No jogo, o "Barça" acabou por vencer por 2-0, com golos de Luís Suárez (85 minutos) e Lionel Messi (86).

Os oito jogos de castigo impedem Diego Costa de jogar até final da época, pois só faltam sete jornadas para o fim da Liga espanhola, liderada pelo FC Barcelona, com mais 11 pontos do que o Atlético Madrid, que já foi afastado das restantes competições.

Atlético Madrid vai recorrer dos oito jogos de castigo a Diego Costa

O Atlético Madrid vai apresentar recurso ao Comité de Apelo da Real Federação Espanhola de futebol do castigo de oito jogos de suspensão a Diego Costa, cuja decisão foi conhecida após a expulsão do futebolista em Barcelona.

A informação foi avançada por fontes do clube à agência EFE, depois de o jogador e a equipa serem notificados na manhã de hoje da sanção imposta, que, a ser cumprida, afastará o avançado internacional espanhol até final da época.

Diego Costa não esteve no treino no relvado da Cidade Desportiva de Majadahonda, numa manhã em que prosseguiu o trabalho individual que tem feito durante a semana.

Diego Costa foi expulso aos 28 minutos do jogo com o FC Barcelona, em Camp Nou, com o árbitro Jesús Gil Manzano a dizer que o jogador do Atlético de Madrid viu o cartão vermelho direto depois de lhe dirigir várias ofensas verbais graves.

No mesmo relatório, o árbitro refere que, depois de expulso, o jogador agarrou-lhe várias vezes o braço, com o objetivo de o impedir de mostrar o cartão amarelo a José María Jiménez e a Diego Godín, ambos da equipa ‘colchonera’.

No jogo, o ‘Barça’ acabou por vencer por 2-0, com golos de Luís Suárez (85 minutos) e Lionel Messi (86).

O castigo a Diego Costa é o mais pesado na Liga espanhola desde que o defesa internacional português Pepe, então no Real Madrid, foi punido com 10 jogos de suspensão, após agredir Casquero, ao pontapé, com o jogador no chão, num jogo com o Getafe, em 2009.