Seleção revelou na Polónia trunfos para o futuro

| Seleção Nacional

João Cancelo é apenas um dos exemplos da nota artística evidenciada por alguns jogadores portugueses na Polónia
|

A seleção de Portugal venceu a Polónia, por 3-2, em Chorzow, em jogo da segunda jornada do Grupo 3 da Liga A das Nações, em futebol, e mostrou que o presente e futuro estão assegurados com qualidade.

A seleção portuguesa de futebol deu um grande passo rumo às meias-finais da Liga das Nações, no dia em que o treinador nacional cumpriu quatro anos ao serviço da seleção nacional e no dia seguinte e ter completado 64 anos de vida.

Na Polónia a equipa das quinas juntou à importância da conquista de pontos uma exibição de qualidade e futebol bonito.

O resultado final é enganador. A seleção portuguesa falhou dois/três golos de baliza aberta e sofreu dois tentos resultantes de faltas cometidas pelos polacos que o árbitro espanhol, Carlos Del Cerro, não marcou.

Para lá do jogo jogado a equipa nacional ainda mostrou que Fernando Santos também pode ir ao banco de suplentes sem alterar a qualidade do jogo, como ficou provado com as entradas de Renato Sanches, Danilo e Bruno Fernandes.

A atuação compacta do coletivo e algumas exibições pintadas de magia como as de João Cancelo, Rúben Neves, Bernardo Silva e André Silva deixam a nação futebolística descansada.

No final da partida Fernando Santos revelou que ficou satisfeito com a resposta da equipa sem o melhor do mundo (Cristiano Ronaldo) e considerou a vitória justa.



O selecionador nacional ainda falou das várias formas de se poder chegar ao único objetivo da equipa: ganhar.


Portugal lidera agora o Grupo 3 com seis pontos e pode garantir, já no próximo domingo, o apuramento para as meias-finais, se a Polónia e a Itália empatarem.

A seleção pernoitou em Katowice, cidade vizinha de Chorzow, e faz a viagem na manhã desta sexta-feira para Glasgow, tendo em vista o jogo de domingo, contra a Escócia.

Mesmo tratando-se de uma partida de caráter particular o técnico orientará durante a tarde um treino já na cidade escocesa.

O selecionador deverá aproveitar para promover algumas alterações na equipa.

A informação mais vista

+ Em Foco

O ministro dos Negócios Estrangeiros considera, em entrevista à Antena 1, que Portugal tem a vantagem de não ter movimentos populistas organizados.

    A fronteira entre a Irlanda do Norte e a República da Irlanda continua a ser a maior dor de cabeça interna de Theresa May.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.