Porto segura-se frente à Académica com muito suor

| FC Porto

Mariano González parece castigado pelos companheiros, depois de marcar o golo de abertura da vitória tripeira
|

Os estudantes foram ao Dragão discutir o jogo taco-a-taco e podiam ter saído com melhor nota

Depois de uma primeira parte sem golos, o Porto logrou bater a Académica, por 3-2, numa vitória muito sofrida e de sabor amargo para a Briosa.

Só aos 65 minutos, Mariano González abriu o activo, não tardando  que Farías, a passe de Mariano, e beneficiando de uma fífia de Orlando, fizesse o segundo, algo esquisito, dois minutos depois.

Aos 75, Miguel Pedro fez o golo da noite, reduzindo a diferença; aos 81, Farías, "quilómetros" fora de jogo, aumenta para 3-1.

Já em tempo de compensação, aos 91, Sougou bateu Helton e fixou o resultado em 3-2.

Equipas

F.C. Porto - Helton; Fucile (Sapunaru, 4), Rolando, Bruno Alves e Álvaro Pereira; Raul Meireles (Guarin, 68), Fernando e Rodríguez (Farias, 57); Mariano, Falcao e Hulk.

Suplentes: Beto, Sapunaru, Maicon, Nuno A. Coelho, Sebastián Prediguer, Guarín e Farías.

Académica: Rui Nereu; Pedrinho, Berger, Orlando e Emídio Rafael; Nuno Coelho (Éder, 70), Cris e Tiero (Diogo Gomes, 83); Sougou, João Ribeiro e Lito (Miguel Pedro, 66).

Suplentes: Ricardo, Amoreirinha, Hélder Cabral, Paulo Sérgio, Diogo Gomes, Éder e Miguel Pedro.

Árbitro: Hugo Miguel (Lisboa)


 

A informação mais vista

+ Em Foco

O presidente da Câmara dos Comuns é, digamos assim, o equivalente ao presidente da Assembleia da República em Portugal.

Neste Manual do Brexit, explicamos em 12 pontos o que está em causa e os cenários que se colocam.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A entrevista ao ativista de Direitos Humanos para o programa Olhar o Mundo.