Em direto
Euro2024. Acompanhe aqui, ao minuto, o jogo do Grupo D entre Polónia e Áustria

Vizela e Sporting jogam pela honra e o brio

por Mário Aleixo - RTP
As duas equipas reencontram-se com uma ideia comum: ganhar Lusa

O Sporting despede-se esta sexta-feira da edição 2022/23 da I Liga de futebol, no terreno do Vizela, num dia quase para cumprir calendário, na véspera das grandes decisões da última jornada.

Vizela e Sporting encerram a temporada a partir das 21h15. O jogo realiza-se no Estádio do Futebol Clube de Vizela e terá arbitragem de Cláudio Pereira.

Rúben Amorim já começa a pensar em 2023/24. Talvez por isso, quando decidiu, de forma surpreendente, divulgar o onze na próxima jornada, o técnico tenha garantido a titularidade de Franco Israel e, especialmente, de Essugo, tendo em conta o assédio a Ugarte vindo de vários mercados. Essugo vai ser titular.

Este pode ser também o último jogo de Bellerín de leão ao peito, até porque o espanhol esteve longe de convencer e nem vai ser lançado no onze titular. 

Do lado do Vizela o objetivo passa por encerrar uma época de altos e baixos com um momento alto. A equipa de Tulipa ocupa o 12.º lugar mas pode chegar à nona posição.

Nuno Moreira é ausência no Vizela por lesão enquanto no Sporting Jeremiah St. Juste e Jovane Cabral estão lesionados e Ousmane Diomande cumpre castigo.

Tulipa anteviu a receção ao Sporting e garantiu esperar um grande jogo para, finalmente, alcançou o tão almejado objetivo vizelense dos 42 pontos: "Queremos fazer um bom jogo, competitivo e claramente pontuar para alcançar o segundo objetivo, o dos 42 pontos. Esperamos um adversário difícil, muito competente, mas a nossa equipa está num nível de exigência elevado, até pelo que foi a semana de trabalho, e tudo fará para pontuar. É o nosso último jogo, diante dos nossos adeptos e queremos dar-lhes uma alegria, e isso passa por fazer um bom jogo porque ninguém ganha ao Sporting sem fazer um bom jogo".

Rúben Amorim fez a antevisão ao último jogo da temporada e falou do adversário, da sua continuidade, e falou da necessidade de ganhar: "Apesar da classificação já estar fechada, temos de vencer o jogo e prosseguir o nosso caminho de jogos sem perder. Não vencemos o último encontro, que na minha opinião devíamos ter ganho. Ainda temos coisas a melhorar. Amanhã o Dário vai ser titular e também queremos introduzir novas nuances. O Vizela joga de uma forma parecida ao Benfica e ataca também em 4-4-2, com o Samu a juntar-se ao avançado. Poderá mudar para uma linha de cinco como fez em Alvalade".



pub