AS Roma aproxima-se do quarto lugar em Itália

por Lusa
EPA

A Roma averbou hoje um triunfo expressivo (4-1) em casa do Monza, em jogo da 27.ª jornada da Liga italiana de futebol, e aproximou-se dos lugares de qualificação para a próxima Liga dos Campeões.

A formação orientada por Daniele De Rossi, que em janeiro sucedeu ao português José Mourinho, abriu caminho para a vitória perto do intervalo, com dois golos em quatro minutos, assinados pelo capitão Lorenzo Pellegrini (38 minutos) e pelo belga Romelu Lukaku (42).

No segundo tempo, os argentinos Paulo Dybala (63 minutos) e Leandro Paredes (82, de grande penalidade) avolumaram a diferença, amenizada pelo tento de Andrea Carboni (87).

Entre os jogadores portugueses disponíveis para a partida, apenas o avançado Dany Mota foi titular no Monza (11.º, com 36 pontos), saindo aos 66 minutos, enquanto Pedro Pereira, nos anfitriões, e Rui Patrício, nos ‘giallorossi’, não saíram do banco.

Com a sua terceira vitória consecutiva, a Roma subiu, provisoriamente, ao quinto lugar, com 47 pontos, numa cerrada ‘corrida’ pelo quarto lugar, o último que dá acesso direto à próxima Liga dos Campeões, que promete até final do campeonato.

O Bolonha, quarto classificado, com 48 pontos, desloca-se no domingo ao reduto da Atalanta, sexta classificada, com 46, e adversária do Sporting nos oitavos de final da Liga Europa, cuja primeira mão está marcada para quarta-feira, no Estádio José Alvalade, às 17:45.

Na luta pelos lugares ‘europeus’, a Fiorentina atrasou-se, ao empatar sem golos no reduto do Torino, seguindo no sétimo lugar da Serie A, com 42 pontos.

No Olímpico de Turim, a equipa da casa, 10.ª, com 37 pontos, aguentou o ‘nulo’ a jogar com 10 unidades em toda a segunda parte, após a expulsão de Samuele Ricci (45+7 minutos).

No primeiro jogo de hoje, a Udinese, 15.ª classificada, com 24 pontos, empatou (1-1) em casa com a 20.ª e última Salernitana (14).

Com o defesa português João Ferreira titular nos anfitriões, o francês Tchaouna marcou para os forasteiros, aos 10 minutos, e o costa-marfinense Hassane Kamara assinou o golo da igualdade, aos 45+3.

A Liga italiana é liderada pelo Inter Milão, que soma 69 pontos e mantém uma vantagem clara sobre Juventus (57) e AC Milan (56).
pub