Barcelona empata com penúltimo

por Lusa
Reuters

O FC Barcelona desaproveitou hoje os desaires do Girona e Atlético de Madrid e ficou igualmente mais distante do título espanhol de futebol, após empate 3-3 caseiro ante o Granada, penúltimo classificado, à 24.ª jornada.

Depois da goleada sofrida pelo Girona ante do Real Madrid, por 4-0, e da derrota do Atlético de Madrid por 1-0 em Sevilha, este novo tropeção deixou os catalães a 10 pontos dos ‘merengues’, que comandam com mais cinco pontos do que o surpreendente Girona.

Quando, aos 14 minutos, o 'menino' Lamine Yamal, de apenas 16 anos, inaugurou o marcador, a cruzamento de João Cancelo, poucos esperavam a reviravolta dos andaluzes, com tentos de Ricard Sanchez, aos 43, e do avançado uruguaio Facundo Pellistri, aos 60.

O polaco Robert Lewandowski igualou, aos 63, para evitar o escândalo, que voltou a pairar quando, três minutos depois, Ignasi Miquel recolocou os forasteiros na frente, valendo ao campeão a inspiração de Lamine Yamal, que fez o empate final, aos 81.

Horas antes, um golo do avançado Isaac Romero, logo aos 15 minutos, foi suficiente para o Sevilha impor a sexta derrota fora de casa ao Atlético de Madrid em 12 jogos, pelo que manteve o quarto lugar, ultimo da Liga dos Campeões, com 48, agora a três do Barcelona: poderá ser apanhado na segunda-feira, caso o Athletic Bilbau ganhe em Almeria, no recinto do lanterna-vermelha.

O Sevilha subiu ao 15.º lugar, distanciando-se da zona de despromoção.

O Getafe impôs-se em casa ao Celta de Vigo, por 3-2, muito por força do ‘bis’ de Jaime Mata, depois de Borja Mayoral ter inaugurado o marcador para os anfitriões, isolando-se no segundo lugar dos melhores marcadores, com 15 golos, a um do inglês Jude Bellingham, do Real Madrid.

O Maiorca também venceu pela margem mínima (2-1), na receção o Rayo Vallecano, graças a um golo do kosovar Vedat Muriqi, aos 90+1 minutos, já com o contributo do médio português Samu Costa, que entrou em campo aos 79.
pub