Darwin garante liderança do Liverpool

por Lusa
EPA

Um golo de Darwin Nuñez no último suspiro deu hoje um triunfo difícil ao líder Liverpool na visita ao Nottingham Forest (1-0), de Nuno Espírito Santo, em jogo da 27.ª jornada da Liga inglesa.

Foi quase em desespero, aos 90+9 minutos, que os ‘reds’ garantiram que se mantêm líderes nesta jornada, com o antigo avançado benfiquista Darwin Nuñez a ser o herói, num cabeceamento após assistência de Mac Allister.

A equipa de Jürgen Klopp apresentou-se em Nottingham uma vez mais sem os goleadores Mo Salah (15 golos) e o português Diogo Jota (nove), ambos lesionados, e sentiu muitas dificuldades perante um Nottingham muito coeso defensivamente.

Sem soluções, Klopp teve de recorrer ao banco e a Nuñez, que vinha de lesão, para alargar as soluções dos ‘reds’, que passam a somar 63 pontos, mais quatro do que o Manchester City, que, no domingo, disputa em casa o dérbi com o United.

Já o Nottingham Forest, mantém-se em 17.º, quatro pontos acima da zona de descida, mas com mais dois jogos do que o Luton.

Com exceção ao jogo em Nottingham, o início da ronda foi fértil em golos, com 18 em cinco jogos, um dos quais na reviravolta caseira do Tottenham diante dos também londrinos do Crystal Palace (3-1).

Os ‘spurs’, quintos na classificação, estiveram a perder por 1-0, graças a um golo de livre de Eberechi Eze (59 minutos), mas, perto do final, Timo Werner (78 minutos), Romero (80) e Son (88) viraram o resultado.

Um cenário semelhante ao vivido em Goodison Park, com o Everton (16.º) em vantagem, com um golo do português Beto, aos 56, e já depois de desperdiçar uma grande penalidade, mas o West Ham (sétimo) deu a ‘cambalhota’, com golos de Zouma (62), Soucek (90+1) e Alvarez (90+6).

Em outros jogos, o Fulham (12.º), de Marco Silva e sem o castigado João Palhinha, foi implacável diante do Brighton (nono), numa vitória por 3-0 (golos de Harry Wilson, Rodrigo Muniz e Traore), o mesmo resultado com que o Newcastle (oitavo) bateu o Wolverhampton (10.º).

Os ‘wolves’ tiveram de início os portugueses José Sá, Toti, Nelson Semedo e Pedro Neto, mas, ao intervalo, já perdia por dois golos, de Alexander Isak (14) e Anthony Gordon (33), e Livramento dilatou o marcador já nos descontos (90+2).

Em outro dérbi londrino, o Chelsea (11.º) esteve a vencer em casa do Brentford (15.º), mas a equipa da casa deu a volta ao marcador, antes de os ‘blues’ ainda conseguirem igualar pelo central Disasi, aos 83.

No último jogo da tarde, o Aston Villa (quarto) venceu na visita ao Luton (18.º), num jogo em que valeu à equipa de Unai Emery o 'suplente' Lucas Digne, com o defesa francês a fazer o 3-2 nos instantes finais, aos 89 minutos.

Os 'villans', quartos classificados, com mais cinco pontos do que o Tottenham, mas mais um jogo, estiveram a vencer com dois golos de Ollie Watkins (24 e 38 minutos), mas, na segunda metade, consentiram o empate, antes do golo de Digne, em dois lances de bola parada, com Chong (66) e Carlton Morris (72) a marcarem para o Luton.

A 27.ª jornada prossegue no domingo com o Burnley-Bournemouth e o Manchester City-Manchester United, e encerra na segunda-feira, com a visita do Arsenal, adversário do FC Porto na ‘Champions’, ao Sheffield United.
pub