Rússia admite que dívida à IAAF pode impedir levantamento de suspensão por doping

| Futebol Internacional

A Federação Russa de Atletismo admitiu hoje que o levantamento da suspensão motivada pela descoberta de um sistema de doping pode ser inviabilizado por uma dívida de três milhões de dólares à Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF).

“Há um assunto pendente. A conta que nos foi apresentada pela IAAF ascende a praticamente três milhões de dólares (2,643 milhões de euros, ao câmbio de hoje), um valor astronómico”, revelou o presidente do organismo federativo, Dmitri Shliajtin, citado pela comunicação social russa.

A IAAF deu à federação russa o prazo de um mês para regularizar a dívida, mas Shliajtin observou que o organismo a que preside “não tem o dinheiro necessário” para o fazer e que pediu à entidade reguladora da modalidade a extensão do prazo para seis meses.

A federação russa foi suspensa pela IAAF na sequência da descoberta de um esquema generalizado de doping entre atletas russos de elite, que decorreu entre 2011 e 2015, com conhecimento e apoio estatal.

A informação mais vista

+ Em Foco

O presidente da Câmara dos Comuns é, digamos assim, o equivalente ao presidente da Assembleia da República em Portugal.

Neste Manual do Brexit, explicamos em 12 pontos o que está em causa e os cenários que se colocam.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A entrevista ao ativista de Direitos Humanos para o programa Olhar o Mundo.