Rússia admite que dívida à IAAF pode impedir levantamento de suspensão por doping

| Futebol Internacional

A Federação Russa de Atletismo admitiu hoje que o levantamento da suspensão motivada pela descoberta de um sistema de doping pode ser inviabilizado por uma dívida de três milhões de dólares à Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF).

“Há um assunto pendente. A conta que nos foi apresentada pela IAAF ascende a praticamente três milhões de dólares (2,643 milhões de euros, ao câmbio de hoje), um valor astronómico”, revelou o presidente do organismo federativo, Dmitri Shliajtin, citado pela comunicação social russa.

A IAAF deu à federação russa o prazo de um mês para regularizar a dívida, mas Shliajtin observou que o organismo a que preside “não tem o dinheiro necessário” para o fazer e que pediu à entidade reguladora da modalidade a extensão do prazo para seis meses.

A federação russa foi suspensa pela IAAF na sequência da descoberta de um esquema generalizado de doping entre atletas russos de elite, que decorreu entre 2011 e 2015, com conhecimento e apoio estatal.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A menos de 100 quilómetros da fronteira com a Síria, a cidade turca de Gaziantep é uma terra de tradições e sabores.

      Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.