Três polícias feridos e adeptos detidos em Split

por Lusa
A violência andou à solta em Split Instagram HNK Hajduk Split

Três agentes policiais ficaram feridos e mais de cinquenta pessoas foram detidas na sequência de confrontos após o jogo de futebol entre o Hajduk Split e o Dínamo Zagreb, anunciou a polícia croata.

Os confrontos começaram após o apito final do jogo de quarta-feira das meias-finais da Taça da Croácia, em Split, que o Dínamo Zagreb venceu por 1-0, com um golo de Sandro Lukenovic, aos 14 minutos.

Dezenas de adeptos ultras do Hajduk Split invadiram o campo para atacar jogadores e adeptos do Dínamo Zagreb, segundo as autoridades, que os "empurrou" de volta para as bancadas, onde arrancaram e arremessaram assentos contra os agentes.

Os jogadores do Dínamo Zagreb tiveram que correr para o balneário para se refugiarem.

Nas ruas em redor do estádio, grupos de adeptos ultras atacaram repetidamente os polícias, atirando-lhes bombas de fumo, garrafas, pedras e outros objetos, e três agentes tiveram que ser hospitalizados.

Um veículo das forças policiais foi danificado e 51 pessoas foram detidas.

Nada justifica a violência. Lamento estas cenas e espero nunca mais as vermos na nossa cidade”, escreveu na rede social Facebook o presidente da câmara de Split, Ivica Puljak.
pub