Paços de Ferreira vence Feirense e fica mais perto da permanência

por Lusa
EPA

O Paços de Ferreira regressou esta segunda-feira às vitórias após quatro jogos sem vencer na II Liga de futebol, ao bater o Feirense por 1-0, com um golo de Matchoi, em jogo disputado no estádio Capital do Móvel.

Na tabela, o Paços, que teve hoje no guarda-redes Marafona um muro intransponível, ascendeu ao nono lugar, com os mesmos 30 pontos do Benfica B, que é 10.º, enquanto o Feirense mantém por agora o aflitivo 14.º posto, com 24, ao fim de 23 jornadas.

As duas equipas jogavam pela permanência e a primeira parte validou o fator casa dos pacenses, mais fortes em quase todos os capítulos do jogo, face um Feirense a espaços atrevido, mas incapaz de anular a jogada coletiva que desfez a igualdade, aos 25 minutos.

Jojó serviu Afonso Rodrigues, nas costas da defesa, com Rui Fonte a deixar passar a bola cruzada pelo reforço de inverno e finalização, na passada, de Matchoi, com um remate forte e colocado.

A reação dos fogaceiros, entre os piores do campeonato como visitantes, surgiu dos pés de Sérgio Conceição, num livre direto, aos 29 minutos, e num remate de Antoine, aos 40, intercetado pelo central Pedro Ganchas.

Antes, aos 36 minutos, Uilton ameaçou o segundo, mas Pedro Mateus defendeu o remate do brasileiro.

Após o intervalo, o Feirense quase empatou, mas Filipe Almeida emendou para fora o cruzamento de Dudu, voltando a ameaçar o golo aos 68, num remate do suplente João Castro, defendido com dificuldade por Marafona.

Estes dois lances abalaram a aparente tranquilidade no encontro dos locais, que, só perto do fim, aos 81 minutos, voltaram a acercar-se com perigo da baliza do Feirense, mas o guarda-redes agigantou-se a Cipenga, em jogada construída por Marcos Paulo.

A infelicidade dos pacenses neste lance seria compensada, depois, com a posição irregular de Oche, aos 86 minutos, a negar o empate conseguido pelo nigeriano, e a perdida escandalosa de João Paredes, aos 90, imitada, já nos descontos, pelo ‘pacense’ Cipenga.
pub