Última Hora
António Costa com luz verde para o Conselho Europeu

Rafael Nadal enfrenta cinco meses de paragem e falha todos os torneios do Grand Slam

por Lusa
Reuters

O tenista espanhol Rafael Nadal anunciou hoje que a cirurgia a que foi submetido correu bem, mas tem pela frente cinco meses de recuperação, o que o afastará de todos os torneios do Grand Slam de 2023.

Depois de desistir do Open da Austrália, o esquerdino, que celebra hoje o 37.º aniversário, viu-se obrigado a cancelar a participação em Roland Garros, em Paris, onde venceu 14 dos seus 22 títulos do Grand Slam, por não ter recuperado dos problemas físicos. Foi operado sexta-feira à noite em Barcelona.

"Como sabem fui operado ontem (na sexta-feira). Correu tudo bem com a artroscopia ao iliopsoas esquerdo, que me afastou da competição desde janeiro. Também foi tratada uma lesão antiga na anca esquerda, que certamente ajudará na recuperação do tendão", explicou o antigo número um mundial.

Além de agradecer aos médicos Marc Philippn, Jaume Vilaró e Angel Ruiz-Cotorro, o médico que costuma tratar das suas principais lesões, Nadal avançou que fará uma "reabilitação progressiva."

"Dizem-me que o processo de recuperação normal será cinco meses, se tudo correr bem", informou o maiorquino, agradecendo ainda o apoio e as mensagens de felicitações que tem recebido, em dia de aniversário.

Tendo em conta que Wimbledon, terceiro major da temporada, terá lugar entre 03 e 16 de julho e o Open dos Estados Unidos está previsto para Flushing Meadows, entre 28 de agosto e 10 de setembro, Rafael Nadal vai todos os torneios do Grand Slam pela primeira vez, desde 2003.

pub