Cristiano Ronaldo, o `senhor Campeonato da Europa`

por Lusa
EPA

O português Cristiano Ronaldo detém múltiplos recordes nas cinco edições de Europeus em que já participou e prepara-se para uma histórica sexta presença no Euro2024, na Alemanha.

Aos 39 anos, o avançado viaja até solo germânico ainda com alguns recordes para bater, mas sobretudo com a possibilidade de reforçar aqueles que já detém, complicando qualquer ‘ameaça’ futura.

Ronaldo vai passar a ser o primeiro jogador a fazer parte de uma seleção num Europeu em seis edições, depois de, em 2020, ter igualado o espanhol Iker Casillas, antigo guardião do FC Porto.

Contudo, o guarda-redes que fez grande parte da carreira no Real Madrid não atuou em duas edições e, por isso mesmo, Ronaldo é já o futebolista com mais Europeus, com utilização.

Na Alemanha, Casillas vai ainda ser apanhado por Rui Patrício e Pepe, que vão chegar aos cinco Europeus.

Ronaldo é o futebolista com mais jogos em fases finais, com 25, mais minutos, com 2.153, e mais encontros como capitão, com 16.

O capitão da seleção nacional tem também a liderança no ‘campeonato’ de jogadores com mais vitórias em fases finais de Europeus, com 12.

Nos golos, novo domínio do português, mas ainda há nomes a superar, sobretudo o do francês Michel Platini.

Ronaldo tem mais golos em fases finais, com 14, marcando em 10 jogos, outro recorde, tendo ‘faturado’ em todas as cinco edições, algo único, e com quatro encontros a marcar dois ou mais golos, algo que só o jogador nascido na Madeira alcançou.

Em fases de qualificação, Ronaldo tem 41, reforçado com os 10 marcados no caminho para o Euro2024, naquele que é mais um recorde, com 55 somados entre apuramento e fases finais, outra marca máxima.

Os nove golos de Platini no Euro1984, o melhor marcador de sempre numa edição, ainda estão ao alcance do português, assim como o recorde de jogador mais velho a alcançar um ‘hat-trick’, com o francês a ter igualmente esse título, com 28, nesse mesmo torneio.

Um golo na Alemanha deixa logo Cristiano como o jogador mais velho a marcar numa fase final, superando o tento do austríaco Vlasic com 38 anos e 257 dias no Euro2008.

Se Portugal conquistar o próximo Europeu, Ronaldo passa também a ser o futebolista mais velho a levantar o troféu, ultrapassando os 38 anos e 53 dias do seu compatriota Ricardo Carvalho, em 2016, antigo colega de seleção e atualmente adjunto de Roberto Martínez.

Três vezes eleito para a equipa do torneio, em 2004, 2012 e 2016, o avançado segue empatado com o italiano Maldini e o francês Blanc, assim como Pepe, que foi selecionado em 2008, 2012 e 2016.
pub