Futsal. Jorge Braz antevê dificuldades com a Finlândia

por Mário Aleixo - RTP
Jorge Braz só pensa em ganhar à Finlândia FPF

O selecionador de futsal de Portugal assumiu que a equipa quer vencer os dois últimos jogos da Ronda de Elite de apuramento para o Mundial2024 e perspetivou um encontro “muito competitivo” com a Finlândia.

Os jogadores finlandeses são extremamente intencionais em tudo o que fazem. É uma equipa muito organizada, sabe o que fazer em cada momento do jogo e sabem manter-se no jogo. São extremamente aguerridos, não dão um lance por perdido, acreditam sempre (…) Antevejo um jogo muito competitivo", disse Jorge Braz, em declarações divulgadas pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF),

Na antevisão ao jogo com a Finlândia, agendado esta sexta-feira, às 19h30, no Pavilhão Municipal Multidesportos Mário Mexia, em Coimbra, já com lotação esgotada, Jorge Braz elogiou o adversário e considerou que o triunfo conseguido em setembro por Portugal (5-1) “foi enganador”.

“É certo que na segunda parte construímos o resultado com imenso mérito, mas a Finlândia é uma equipa competitiva e que nos vai dificultar muito a nossa tarefa. Aproveita bem todas as falhas e os erros dos adversários”, afirmou.

O selecionador garantiu que a equipa nacional, que está a uma vitória de "carimbar" a presença na fase final do Mundial2024, está a preparar-se bem e “tem tido uma semana de trabalho fantástica”.

"Há um grande compromisso coletivo, todos juntos, a querermos o mesmo. Todas as qualidades individuais que todos os nossos jogadores têm são muito realçadas quando o compromisso coletivo existe, florescem de uma forma ainda mais destacada”, disse, acrescentando: "Apontamos aos 18 pontos. Há mais seis para conquistar, queremos muito fechar esta qualificação só com vitórias. Sabemos que esta sexta-feira podemos garantir já a presença no Mundial, mas todos os jogos são para vencer".

Portugal lidera o Grupo E, com 12 pontos, mais três do que a Finlândia, segunda classificada, e mais nove face à Geórgia, terceira, enquanto a Arménia está na última posição, sem qualquer ponto.


pub