Rafael Reis é o primeiro camisola amarela da Volta a Portugal

| Desporto
Rafael Reis é o primeiro camisola amarela da Volta a Portugal

A ver: Rafael Reis é o primeiro camisola amarela da Volta a Portugal

O corredor da W52-F.C.Porto venceu o prólogo em Oliveira em Azeméis, deixando o segundo classificado, Joni Brandão, a três segundos.

Era apontado como o grande candidato a vencer em Oliveira de Azemeis.

Apesar de curto, muito técnico e com uma subida final complicada, o prólogo de 3600 metros deu a Rafael Reis a oitava vitória na época.

O corredor da W52 F.c.porto percorreu a distância em 4m43s a uma média de quase 46 kms/h.

Rafael Reis, corredor natural de Palmela, está a viver um sonho aos 24 anos - o de ser camisola amarela na Volta a Portugal.

Gustavo Veloso, à procura da terceira vitória consecutiva na volta a Portugal, teve um contratempo logo no início do prólogo e acabou por perder 11 segundos para o colega de equipa.

Um pouco melhor encontra-se Rinaldo Nocentini: o italiano aposta do Sporting Tavira para a amarela, está a 7 segundos do primeiro líder da prova.

Mais próximos estão Joni Brandão e José Goncalves, nesta altura a 3 e 4 segundos, respectivamente, de Rafael Reis.

Distâncias curtas na geral individual que podem sofrer alterações significativas já esta 5ª feira na primeira etapa em linha que começa na praia do Furadouro e termina em Braga, onde haverá na parte final duas subidas ao Alto do Sameiro.

A informação mais vista

+ Em Foco

Veja ou reveja aqui os debates na RTP com os candidatos às presidências das câmaras municipais das 18 capitais de distrito de Portugal Continental. A série é transmitida até 14 de setembro.

    Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A Antena 1 fixa o país em duas dezenas de retratos no caminho para as eleições autárquicas.

      Sem possibilidade de receber os ordenados em euros ou de pagar as contas em Portugal, muitos recorrem ao mercado negro para trocar dinheiro.

      É portuguesa a única equipa do mundo que faz o despiste genético de cancro do estômago. Os investigadores viram agora renovado o financiamento.