Irão de Queiroz ganha à Coreia do Sul

| Mundial 2014

Legenda da Imagem
|

Iranianos e coreanos lideram o grupo em igualdade pontual

O Irão, treinado pelo português Carlos Queiroz, derrotou, esta terça-feira,  em casa, a Coreia do Sul, por 1-0, e subiu ao segundo lugar do Grupo A da quarta fase da qualificação asiática para o Mundial 2014.

Depois da primeira derrota de sempre no Líbano, o Irão conseguiu um importante triunfo frente ao principal rival na qualificação, num encontro em que jogou mais de meia-hora em inferioridade numérica, por expulsão de Masoud Soleimani Shojaei, aos 57 minutos.

O capitão Javad Nekonam fez, aos 76 minutos, o único golo do encontro,
dando ao Irão a segunda vitória em quatro encontros na qualificação.

Neste momento, com metade da quarta fase disputada, o Irão soma sete
pontos, os mesmos da Coreia do Sul, e mais dois do que o Uzbequistão e três do que Qatar e Líbano.

A equipa comandada por Carlos Queiroz volta a jogar, a 14 de novembro,
na receção ao Uzbequistão.

Os dois primeiros classificados de cada um dos dois grupos qualificam-se
para o Mundial 2014, no Brasil.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à Antena 1, o antigo Presidente da República percorre os contornos do pacto estratégico para o país que propôs dois dias antes do 25 de Abril. E elogia o secretário-geral do PCP.

O jornalista e ativista argentino Aldo Casas esteve em Portugal após o 25 de Abril, entre 1974 e 1977. Volvidos 42 anos, designa como “inesquecíveis” as vivências desses anos.

    Cinco homens, quatro mulheres, nove candidatos à posição de secretário-geral da Organização das Nações Unidas. Incluindo o antigo primeiro-ministro português António Guterres.

      Completam-se agora 100 anos sobre o início da beligerância portuguesa. Uma data assinalada pela RTP com a publicação online dos seus mais significativos materiais de arquivo sobre o tema.