O Sábio

13 Abr, 2018 | Episódio 263

Partilhar este episódio
Posição Corrente: minutos e segundos
Ir para o Minuto:
Play - O Sábio

O Sábio

13 Abr, 2018 | Episódio 263

Sandra diz de forma rude a Gabriel que devem parar com os encontros pois não podem ter uma relação devido à diferença de idades. Gabriel não está minimamente preocupado com o que os outros pensam. Durante o almoço, Sofia partilha com Pedro que André lhe veio com uma conversa sobre Manuela estar viva. Pedro fica muito sério, na realidade o corpo nunca apareceu. Sofia não quer saber disso e acha que André devia ser internado. A seguir, falam da reconciliação de Pedro e Carmen. André partilha com Madalena que contou a Sofia que Manuela está viva. Madalena, furiosa, dá-lhe um estalo. André assegura que Sofia não acreditou nele. Quer a ajuda dela para reconquistar Sofia mas Madalena não sabe como e não tem culpa que ele seja tão pouco interessante. Fátima diz a Evelina que acha Arnaldo bem giro, só é pena que seja tão antipático. Evelina explica que ele anda de mal com a vida porque não tem namorada. Para Fátima, é um desperdício ele estar sozinho.
Madalena continua a receber chamadas de clientes a cancelar a consulta com Telmo. Este percebe que aquilo está a acontecer por causa da máquina no clube de pesca mas não se deixa afetar por isso pois acha isso tudo um disparate. Cristina acaba de almoçar no restaurante e Raul elogia-a, afirmando que pretendentes não lhe devem faltar. Cristina fica envergonhada e Alzira comenta que este devia ser mais discreto na sua abordagem pois assim não vai longe. Carmen vai a casa de Pedro e refere que não quer que Madalena sofra por causa deles. Pedro decide que irão falar com ela os dois juntos para que não haja qualquer dúvida. Por fim, Pedro aconselha Carmen a ter cuidado com Madalena pois não confia totalmente nela.
Luís tem de ir a Edimburgo para provar que a assinatura no contrato não é sua. Existe a desconfiança de que ele possa estar a desviar dinheiro. Sofia ouve tudo atónita, nada disso faz sentido. Dulce chega do casting e conta a Gil que correu muito bem. Este quer aproveitar todos os momentos que tem com ela pois vai sentir muito a sua falta. Beijam-se apaixonados. Madalena esquiva-se a um jantar com Romão, inventando que está com dor de cabeça. Romão está frustrado porque tem de ir à Suíça e desta vez não a pode levar. Madalena fica intrigada. Gabriel e Raul cruzam-se no gabinete de Sandra e ficam os dois muito atrapalhados mas disfarçam. Raul vai-se embora e Sandra aceita a boleia de Gabriel até casa, ressalvando que não vai acontecer mais nada entre eles. Enquanto Luís prepara a sua mala de viagem, Sofia não está descansada, não acha graça nenhuma à história do contrato com a assinatura falsa. Luís tranquiliza-a, está atento e já tem pessoas a tratar desse assunto. Alzira e Gabriel fazem as pazes. Gabriel explica à mãe que está bem em casa de Raul e que o seu próximo passo é ir viver sozinho. Alzira fica feliz por ver que o filho não está zangado com ela e dá-lhe todo o apoio. Sandra procura Pedro para desabafar. Explica-lhe que esteve com uma pessoa e sente que é errado o que está a fazer. Acha que quando se souber que as pessoas a vão criticar. Pedro ouve paciente e, por fim, aconselha-a a seguir o seu coração e reforça que ela sabe amar.
Pedro Homem acabou de regressar à cidade onde nasceu e onde passou a maior parte da sua vida (Montemor-o-Novo). Mas de onde desapareceu sem deixar rasto e esteve misteriosamente ausente durante 20 anos.
As razões do seu desaparecimento foram sempre alvo de especulação. Pedro era uma figura popular na cidade, conhecido por fazer as pessoas olharem para a vida por outra perspetiva - e com isso gerou milagres que sempre recusou serem da sua responsabilidade. Na verdade, Pedro tem um dom inexplicável: por vezes vê o futuro. Mas as visões do futuro podem ser simultaneamente uma bênção e uma armadilha. Pedro é, aliás, o exemplo disso: quando ainda jovem, vê a sua namorada, Carmen, vestida de noiva num caixão, com um anel de noivado que perceciona ter sido dado por ele. Como se o destino o avisasse que nunca poderiam viver juntos, talvez por sentirem um amor maior que o mundo.
Pedro acaba por se envolver, já jovem adulto, com Manuela, e tem uma filha com ela. Mas vive então momentos tempestuosos e recebe uma séria ameaça de morte. Para sobreviver, tem de abandonar Montemor - perdendo o contacto com a filha de 5 anos, Sofia. Parte sem dizer nada a ninguém porque não conseguiria explicar uma outra visão que marca a sua vida: o coração dele e da filha estão ligados por um laço especial do destino. Se aquela ameaça de morte se cumprisse e ele morresse, a sua filha morreria também.
Porque voltou Pedro agora? Pela filha? Por Carmen? Por ele próprio?
Montemor-o-Novo está diferente, nestes 20 anos muita coisa mudou. Manuela é entretanto uma taróloga famosa. Carmen explora uma quinta de produção biológica. Sofia é farmacêutica.
Mas há coisas que se mantêm: o Clube de pesca onde os velhos amigos de Pedro ainda se reúnem, o quartel de Bombeiros onde estão sempre prontos os soldados da paz mais divertidos do país e a influência subterrânea e maliciosa de Cândida, a chamada ?bruxa do Alentejo? e mãe de Manuela.
O Sábio é uma estória passada numa cidade antiga e sábia, grande o suficiente para guardar muitos segredos que vão agora ser revelados.