Posição Corrente: minutos e segundos
Ir para o Minuto:
Play - O Sábio

O Sábio

Episódio 268

Carmen comenta com Pedro que quem a empurrou, deve ter sido a mesma pessoa que lhe deu um tiro. Cândida pede a Telmo que veja nas cartas se Manuela está viva. Este baralha as cartas e fica impressionado com o resultado. Cândida confirma o seu pressentimento de que Manuela está viva, o que deixa Telmo incomodado. Carmen regressa a casa e Luís avisa-a de que vai ter um segurança sempre com ela. Carmen fica incomodada com isso e assume diante de todos que não vai ceder ao medo e quer que toda a gente mantenha a sua rotina normal. Todos lhe obedecem, contrariados. Romão procura Madalena para lhe dizer que quer que ela o acompanhe à Suíça e quer provar que não é nenhum pé rapado. Madalena fica surpresa mas não rejeita o convite. André diz a Manuela que Madalena está apaixonada por Pedro e que está decidida a conquistá-lo. Depois de ouvir a resposta de Manuela fica tenso e assustado. A inspetora da PJ observa que Carmen já sofreu três tentativas de homicídio e há claramente um mistério que é urgente resolver. A propósito da ida de Sofia a Miami, Rita propõe irem juntas para um sítio bem longínquo antes de começar o projeto do turismo rural. Madalena vai visitar Carmen na herdade e esta revela que já não consegue confiar nela e voltar a ser sua amiga. Pede-lhe que não a volte a procurar. Madalena sai furiosa mas disfarça. Pedro confessa a Jorge que já pensou que tenha sido Madalena a fazer mal a Carmen. Jorge não consegue imaginar Madalena a dar tiros nem a empurrar pessoas da muralha.
Sem querer ser indiscreto, Pedro revela ao amigo que Madalena tem um passado violento ligado ao tráfico de droga. Domingos comenta com Arnaldo que Fátima está interessada nele mas Arnaldo acha-a um pão sem sal. Fátima ouve e fica triste e sai a correr atrapalhada, dando a perceber a sua presença. Raul reclama com Gabriel por ter dormido fora de casa. Este reconhece que passou a noite com uma namorada mas ainda é cedo para a apresentar aos pais. Quando Raul pede para ver uma fotografia, Gabriel fica tenso e disfarça.
Pedro Homem acabou de regressar à cidade onde nasceu e onde passou a maior parte da sua vida (Montemor-o-Novo). Mas de onde desapareceu sem deixar rasto e esteve misteriosamente ausente durante 20 anos.
As razões do seu desaparecimento foram sempre alvo de especulação. Pedro era uma figura popular na cidade, conhecido por fazer as pessoas olharem para a vida por outra perspetiva - e com isso gerou milagres que sempre recusou serem da sua responsabilidade. Na verdade, Pedro tem um dom inexplicável: por vezes vê o futuro. Mas as visões do futuro podem ser simultaneamente uma bênção e uma armadilha. Pedro é, aliás, o exemplo disso: quando ainda jovem, vê a sua namorada, Carmen, vestida de noiva num caixão, com um anel de noivado que perceciona ter sido dado por ele. Como se o destino o avisasse que nunca poderiam viver juntos, talvez por sentirem um amor maior que o mundo.
Pedro acaba por se envolver, já jovem adulto, com Manuela, e tem uma filha com ela. Mas vive então momentos tempestuosos e recebe uma séria ameaça de morte. Para sobreviver, tem de abandonar Montemor - perdendo o contacto com a filha de 5 anos, Sofia. Parte sem dizer nada a ninguém porque não conseguiria explicar uma outra visão que marca a sua vida: o coração dele e da filha estão ligados por um laço especial do destino. Se aquela ameaça de morte se cumprisse e ele morresse, a sua filha morreria também.
Porque voltou Pedro agora? Pela filha? Por Carmen? Por ele próprio?
Montemor-o-Novo está diferente, nestes 20 anos muita coisa mudou. Manuela é entretanto uma taróloga famosa. Carmen explora uma quinta de produção biológica. Sofia é farmacêutica.
Mas há coisas que se mantêm: o Clube de pesca onde os velhos amigos de Pedro ainda se reúnem, o quartel de Bombeiros onde estão sempre prontos os soldados da paz mais divertidos do país e a influência subterrânea e maliciosa de Cândida, a chamada ?bruxa do Alentejo? e mãe de Manuela.
O Sábio é uma estória passada numa cidade antiga e sábia, grande o suficiente para guardar muitos segredos que vão agora ser revelados.