Boavista destaca “qualidade” do Portimonense e elogia Mateus

| 1.ª Liga

|

O treinador do Boavista destacou este sábado "a qualidade" do Portimonense, equipa que, no domingo, defronta os axadrezados para a 18.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, e elogiou Mateus porque "tem ajudado muito".

Na antevisão desse jogo, Jorge Simão salientou que "alguns jogadores" do conjunto orientado por Vítor Oliveira têm-se evidenciado no campeonato, ao ponto de se falar na sua eventual transferência para clubes de maior dimensão.

Após referir que esses "jogadores" se destacaram "também porque jogam numa equipa que tem mostrado qualidade, especificou que "Nakajima e Paulinho são os nomes mais citados".

"Ter 18 pontos, como diz o seu treinador, não sendo extraordinário, é muito bom para uma equipa que subiu de divisão. O Portimonense está confortavelmente situado no meio da tabela e a forma como tem jogado é reveladora de qualidade não só individual, mas também de processos", reforçou.

O Portimonense é a equipa com mais empates fora, quatro, mas Jorge Simão disse que os resultados que os adversários apresentam "valem muito pouco" na preparação para o jogo.

"Nesta semana, o foco foi muito mais em questões processuais do nosso jogo. A nossa primeira parte no Restelo (com o Belenenses) não foi na linha do que normalmente produzimos e teve a ver com questões processuais, questões de organização da equipa e de posicionamento relacionadas com as alterações que fizemos", apontou.

A preparação da partida com o Portimonense, disse Jorge Simão, teve como objetivo "limar dinâmicas de funcionamento" do meio-campo axadrezado e "a ligação com o ataque".

Mateus é o jogador da I Liga que tem mais golos como suplente utilizado, quatro, e Jorge Simão comentou que "se tivesse a firme convicção de que, por cada vez que entrasse no decurso de um jogo, ele marcasse golos entrava sempre".

"O Mateus é um belíssimo jogador, com uma carreira já sólida, e muitas vezes já me interroguei também se a carreira que ele fez não poderia ter alcançado outros patamares", salientou.

O treinador acrescentou que o atacante angolano, de 33 anos, "entre de início ou no decurso de um jogo, acrescenta muito na limpeza do jogo".

"É um jogador limpo, muito definido e tem-nos ajudado muito", reforçou.

Boavista tem 21 pontos e, se vencer o Portimonense, ultrapassa o Vitória de Guimarães, que na sexta-feira perdeu na visita ao Desportivo de Chaves (4-3).

"Não é galgar lugares na classificação que nos move. O que nos move é procurar fazer melhor do que no ano passado e acrescentar mais um passo à reconstrução do Boavista de que todos nos lembramos, o ‘Boavistão’", sustentou.

O Boavista chegou ao fim da primeira volta do campeonato com 21 pontos, o que para Jorge Simão "não é extraordinário, mas bom" porque coloca a equipa mais perto dos objetivos fixados para esta época.

Os axadrezados já podem contar com o central Robson, que cumpriu castigo na ronda anterior.

O Boavista, nono classificado, com 21 pontos, recebe o Portimonense, 12.º, com 18, em jogo da 18.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol marcado para as 16h00 de domingo.

Tópicos:

Boavista, Treinador, Jorge Simão,

Pesquise por: Boavista, Treinador, Jorge Simão,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

    Quase seis décadas depois, a Presidência de Cuba deixou de estar nas mãos de um membro do clã Castro.

    Porto Santo tem em curso um projeto para se transformar na primeira ilha do planeta livre de combustíveis fósseis.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.