Antigo presidente da UEFA afirma não ter gostado da forma como foi tratado pela investigação

por RTP

Michel Platini saiu em liberdade. O antigo presidente da UEFA saiu das instalações da Polícia Judiciária francesa na última madrugada. O antigo jogador não gostou da forma como foi tratado pela investigação.

Platini foi detido por causa de suspeitas de corrupção na atribuição da organização do mundial de 2022 ao Qatar. Após quase 15 horas de interrogatório a ordem de detenção foi levantada e Michel Platini saiu em liberdade.