Hungria com três estreantes nos eleitos para defrontar Portugal

| Futebol Internacional

|

O selecionador de futebol da Hungria, o alemão Bernd Storck, convocou esta segunda-feira 23 jogadores para o jogo de sábado com Portugal, de qualificação para o Mundial2018, que inclui três estreantes, entre os quais o brasileiro naturalizado Paulo Vinícius.

O defesa-central Paulo Vinícius, de 27 anos, formado no São Paulo e com uma breve passagem pelo futebol argentino, ao serviço do River Plate, em 2010/11, atua no Videoton desde 2011/12 e foi pela primeira chamado por Storck.

Portugal, campeão europeu em título, defronta a Hungria pelas 19h45 de sábado, no Estádio da Luz, em Lisboa, em jogo a contar para a quinta jornada do Grupo 2 da fase de qualificação para o Mundial2018, na Rússia.

A invicta seleção da Suíça, contando por vitórias os quatro jogos realizados, lidera o agrupamento, com 12 pontos, seguida de Portugal, com nove, e da Hungria, com sete.

Lista dos 23 convocados:
- Guarda-redes
: Dénes Dibusz (Ferencváros), Péter Gulácsi (Leipzig/Ale) e Balázs Megyeri (Greuther Fürth/Ale)
- Defesas: Barnabás Bese (Le Havre/Fra), Attila Fiola (Videoton), Szilveszter Hangya (Vasas), Tamás Kádár (Dinamo Kiev/Ucr), Mihály Korhut (Hapoel Beer Sheva/Isr), Ádám Lang (Dijon/Fra), Ádám Pintér (Greuther Fürth/Ale) e Paulo Vinícius (Videoton)
- Médios: Zoltán Gera (Ferencváros), Dávid Holman (Debreceni), Zsolt Kalmár (Brøndby/Din), Gergő Lovrencsics (Ferencváros) e Ádám Nagy (Bolonha/Ita)
- Avançados: Adorján Krisztián (Novara/Ita), Balázs Dzsudzsák (Al-Wahda FC/EAU), Ádám Gyurcsó (Pogon Szczecin/Pol), Márton Eppel (Honvéd), Tamás Priskin (Slovan Bratislava/Svq), Roland Sallai (Palermo/Ita) e Ádám Szalai (Hoffenheim/Ale)

A informação mais vista

+ Em Foco

Os portugueses escolhem os seus representantes locais a 1 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as eleições Autárquicas.

    A deriva independentista do nacionalismo catalão está a revelar-se mais grave do que Madrid previa inicialmente. Temos posições que não permitem qualquer margem para diálogo e que conduziram o processo a um impasse.

    Um ensaio do LNEC e do Instituto Superior Técnico, no âmbito do KnowRisk, evidencia a importância da tomada de medidas preventivas. Veja os vídeos e compare os dois casos.

    A Alemanha aproxima-se da data do escrutínio de 24 de Setembro com uma economia próspera: muita exportação, muita construção, receitas fiscais abundantes, orçamentos públicos excedentários. O reverso da medalha é a degradação de condições sociais para uma parte significativa da população.