Mundial2018: Guarda-redes egípcio Ahmed el-Shennawy lesionou-se e fica de fora

| Mundial 2018

O guarda-redes egípcio Ahmed el-Shennawy vai falhar o Mundial de futebol de 2018, na Rússia, devido a uma rutura de ligamentos no joelho esquerdo, foi hoje anunciado.

El-Shennawy seria a segunda opção para a baliza do Egito, na qual é titular Essam el-Hadary, de 45 anos, que será o jogador mais velho de sempre a participar um campeonato do mundo.

O jogador, de 26 anos, lesionou-se na derrota da sua equipa, o Zamalek, frente ao Ittihad (2-1), na quinta-feira, em jogo do campeonato egípcio.

Em 2017, el-Shennawy lesionou-se também no primeiro jogo do Egito na Taça das Nações Africanas, frente ao Mali, permitindo o regresso de el-Hadary até ao fim do torneio. O Egito, que já venceu a competição por sete vezes, perdeu na final com os Camarões.

O Egito qualificou-se para o Mundial2018, na Rússia, pela primeira vez em 28 anos, graças a um golo de Mohamed Salah, marcado aos 90+5 minutos, frente ao Congo.

A informação mais vista

+ Em Foco

A partir da Ilha do Sal, em Cabo Verde, a jornalista da RTP Carla Adão escreve sobre as primeiras horas da cimeira da Comunidade de Países de Língua Portuguesa.

O presidente da Fundação Mandela falou à RTP por ocasião do centenário do nascimento de Madiba, que se assinala esta semana à escala mundial.

    A história de Ötzi começou quando um grupo de caminhantes na região alpina italiana de Oetztal tropeçou num cadáver.

    Veja aqui imagens exclusivas em 360º da missão portuguesa.