“Ninguém me garantiu que seria titular” no Paris Saint-Germain, diz Buffon

| Futebol Internacional

|

O guarda-redes italiano Gianluigi Buffon assegurou hoje que assinou pelo Paris Saint-Germain sem a garantia de que seria titular do campeão francês de futebol.

“Sempre fui titular, no Parma, na Juventus, na seleção italiana, mas ninguém me garantiu que seria titular. Sempre fui um jogador que conquistei o meu lugar em campo”, afirmou Buffon, na apresentação oficial como jogador dos parisienses.

Para a baliza, o Paris Saint-Germain conta com o francês Alphonse Aréola e com o alemão Kevin Trapp, ambos internacionais.

“É certo que tenho 40 anos, mas estou em excelente forma física e mental e sei que, quando temos objetivos importantes, precisamos de todos. Todos vamos ter tempo de jogo durante a época e eu tudo farei para que os outros estejam nas melhores condições. Quero mostrar que sou um grande guarda-redes e tenho a certeza de que o farei”, frisou.

O veterano guarda-redes vai jogar pela primeira vez fora de Itália, depois de ter defendido as balizas do Parma, entre 1995 e 2001, e da Juventus, entre 2001 e 2018.

A informação mais vista

+ Em Foco

Cada um de nós tem uma história para contar e para partilhar. Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer a história de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.

    O ex-ministro da Defesa israelita Avigdor Lieberman acumulou diatribes ao longo da carreira política e nunca foge a uma polémica.

      Reunimos aqui reportagens sobre as forças de elite portuguesas, emitidas por ocasião dos 100 anos do Armistício que pôs fim à I Guerra Mundial.

        Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em novos conteúdos de serviço público que podem ser seguidos na página RTP Europa.