Oliver Glasner vai treinar o Wolfsburgo a partir da próxima temporada

| Futebol Internacional

O treinador austríaco Oliver Glasner, que atualmente orienta o LASK Linz, vai comandar o Wolfsburgo a partir da próxima temporada, sucedendo ao germânico Bruno Labbadia, informou hoje o nono classificado da Liga alemã de futebol.

"A mudança para a Bundesliga é um grande desafio e estou muito feliz e ansioso por cumpri-lo. Além disso, as condições que o clube dispõe são excelentes. Por tudo isto, ficou rapidamente claro para mim que aceitaria esta proposta", disse o técnico, em declarações reproduzidas no site oficial dos ‘lobos'.

Glasner, de 44 anos, assinou um contrato válido até 2022, naquela que será a primeira experiência fora da Áustria, após quatro anos ao serviço do LASK Linz, que ocupa o segundo lugar do campeonato daquele país, em zona de acesso à segunda pré-eliminatória da Liga dos Campeões, a nove pontos do líder, o Red Bull Salzburgo.

O antigo internacional austríaco, que enquanto futebolista representou o SV Ried e o LASK Linz, substitui Bruno Labbadia, cuja saída do comando técnico do Wolfsburgo foi anunciada em 12 de março devido à falta de "uma convergência de ideias a 100% com o clube".

Labbadia, que já treinou emblemas como o Bayer Leverkusen, o Hamburgo e o Estugarda, assumiu o comando do Wolfsburgo em fevereiro de 2018, alcançando a manutenção através de duas vitórias num ‘play-off' disputado com o Holstein Kiel, da II Liga alemã.

A quatro jornadas do fim, os ‘lobos', que na segunda-feira empataram em casa 1-1 com o Eintracht Frankfurt, ‘carrasco’ do Benfica nos quartos de final da Liga Europa, seguem na nona posição da Bundesliga, com 46 pontos, a quatro dos lugares que garantem uma vaga na segunda competição europeia de clubes.

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP ouviu os seis lideres partidários sobre temas que escapam aos programas políticos e que contribuem para definir o perfil dos candidatos.

    Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

    Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.