Sevilha termina liga espanhola a golear despromovido Osasuna

| Futebol Internacional

O Sevilha terminou hoje a Liga espanhola de futebol com uma goleada 5-0 ao despromovido Osasuna, numa 38.ª jornada na qual apenas falta decidir o título e a Liga Europa.

O extremo Vitolo (10 e 80) e os avançados argentino Vázquez (20 e 60) e montenegrino Stevan Jovétic (35) consumaram o resultado expressivo.

O Sevilha concluiu a liga no quarto lugar, que dá direito a discutir entrada na Liga dos Campeões, enquanto o Osasuna desce, por ter sido penúltimo.

Com Bruno Gama no banco, o Corunha venceu o Las Palmas, do titular Hélder Lopes, por 3-0, com tentos do avançado romeno Florin Andone (04 e 28) e Carles Gil (39): os galegos terminaram a época no 16.º e os ilhéus no 14.º, com mais três pontos.

O Sporting de Gijon, que já tinha a descida confirmada, despediu-se com empate caseiro 2-2 com o Bétis: Douglas Pereira (07) ainda lhe deu vantagem, mas golos de Rúben Castro (22 e 59) permitiram a reviravolta para os andaluzes, que viram Carlos Carmona (79) estabelecer a igualdade final.

Os asturianos terminaram a competição em 18.º e antepenúltimo lugar, enquanto o Bétis conclui com modesto 15.º.

O Leganés, que tinha conseguido sofrida permanência, empatou 1-1 com o Alavés, que se adiantou com golo do médio sérvio Nenad Krsticic (64), sendo que David Timor (89) igualou já perto do fim.

O Leganés concluiu a liga em 17.º, sendo o primeiro a evitar a descida, enquanto o Alavés é, provisoriamente, nono.

O título decide-se no domingo: o Real Madrid, que tem três pontos de vantagem, visita o Málaga, 11.º, enquanto o Barcelona recebe o Eibar, 10.º.

A informação mais vista

+ Em Foco

Um mês depois dos incêndios, ainda há raízes em combustão sob a terra no concelho de Pedrógão Grande. Reunimos aqui um conjunto de vídeos em 360 graus captados no local.

A 17 de junho, Portugal começou a assistir ao mais mortífero incêndio de sempre. A paisagem de Pedrógão Grande mantém-se em tons de sépia. Um cenário captado pelo fotojornalista Pedro A. Pina.

    Nos últimos dois anos a RTP ouviu três vozes com diferentes perspetivas do conflito israelo-palestiniano: Miko Peled, Shahd Whadi e Tamir Ginz.

    Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A caminho das autárquicas a Antena 1 fixa o país em 20 retratos.