Em direto
Zelensky visita Portugal com acordo de cooperação militar na agenda

Álvaro Pacheco avança com queixa-crime contra o presidente do Vitória de Guimarães

por RTP
Hugo Delgado - Lusa

O antigo treinador do Vitória anunciou esta quarta-feira que vai avançar com uma queixa-crime contra o presidente do clube vimaranense por difamação. O anúncio acontece depois da saída do técnico do quinto classificado da I Liga.

"Na sequência do sucedido nas últimas semanas, sobretudo nesta quarta-feira, dia 15 de maio de 2024, em que oPresidente do Vitória SC, António Miguel Cardoso proferiu publicamente inúmeras afirmações, muito graves que atacam a honra e o bom nome de Álvaro Pacheco, o treinador e sobretudo o homem de fortes valores que é, decidindo, assim, avançar com uma queixa-crime por difamação contra António Miguel Cardoso".

O anúncio foi feito pela assessoria do treinador Álvaro Pacheco que acusou o presidente do Vitória de Guimarães de "faltar à verdade" sobre as razões que levaram à saída do técnico, ainda antes de a última jornada do campeonato (frente ao Arouca) ter sido disputada.

Aos 52 anos, Álvaro Pacheco está a ser associado ao Vasco da Gama, do Brasil. No Vitória de Guimarães, Pacheco foi o quarto treinador da temporada (depois de Moreno, João Aroso e Pualo Turra) depois de uma experiência menos conseguida no Estoril-Praia.

O antigo técnico do Vizela conseguiu levar o Vitória de Guimarães ao quinto lugar do campeonato, contando a esta altura com 60 pontos e o apuramento para uma pré-eliminatória da Liga Conferência Europa da próxima temporada.
pub