Benfica vai “continuar na senda das vitórias”

| Futebol Nacional

Luís Filipe Vieira transmitiu palavras de confiança aos parceiros empresariais do clube
|

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, assegurou que o Benfica continuará a ganhar no futuro. Uma afirmação proferida no decorrer de um convívio com parceiros empresariais do clube.

Denominada Corporate Club a reunião que decorreu no centro de estágio do Seixal, juntou 335 empresas, jogadores e equipa técnica do plantel principal, bem como antigas glórias do clube.

“Quero dizer-vos que iremos continuar na mesma linha, queremos crescer mais e, em conjunto, iremos todos ficar felizes. Vamos continuar na senda de vitórias, queremos continuar a ganhar e a levar o Benfica cada vez mais alto”, disse o líder do clube encarnado.



Luís Filipe Vieira lembrou que há 17 anos que está no Benfica e quando chegou os parceiros do clube eram pouco mais de 100 e agora são mais de 300.
Domingos Soares Oliveira e as potencialidades do clube
O administrador executivo da SAD encarnada, em declarações à BTV realçou a parceria do clube coma s empresas e a propósito afirmou: “Em termos europeus há um conjunto de clubes com as melhores práticas de mercado e nós estamos nesse nível. Em termos de negócio é muito revelante e, só para dar um exemplo, dos nossos dez principais parceiros, nove são companhias internacionais”.

A informação mais vista

+ Em Foco

A causa do incêndio do Pedrogão Grande terá sido uma linha elétrica de média tensão. Esta é uma das principais conclusões do relatório que o professor Xavier Viegas entregou ao Governo.

Impostos, orçamentos, metas para o próximo ano. A RTP descodifica a proposta de Orçamento do Estado apresentada pelo ministro das Finanças esta sexta-feira.

    Mário Centeno também deixou no ar a ideia de que, na discussão da especialidade do OE2018, seja posto um ponto final nos cortes do subsídio de desemprego.

    Os governos espanhol e catalão além de estarem de costas voltadas entrincheiraram-se em narrativas de auto-justificação absolutamente incompatíveis entre si.