Luís Gonçalves, diretor desportivo do FC Porto, suspenso 15 dias

| Futebol Nacional

O diretor desportivo do FC Porto, Luís Gonçalves, foi suspenso por 15 dias, depois de ter sido expulso após o final o encontro entre o FC Porto e o Benfica, da 13.ª jornada da I Liga de futebol.

De acordo com comunicado do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, o responsável dos 'dragões' ainda terá de pagar uma multa de 957 euros, além da suspensão de 15 dias.

De acordo com o relatório do árbitro Luís Miguel, no final do encontro, disputado em 01 de dezembro de 2017 e que terminou com uma igualdade a zero, Luís Gonçalves foi expulso por, "junto à porta do balneário da equipa de arbitragem proferir palavras ofensivas e injuriosas, dizendo: 'Isto é um roubo, é uma vergonha'".

A informação mais vista

+ Em Foco

O homem que se deixa guiar mais pela racionalidade e disciplina considera que chegou o momento de “mobilizar os portugueses e com eles restabelecer a confiança num futuro melhor”.

    Na hora da despedida da liderança social-democrata, as juventudes partidárias olham para o legado do ex-primeiro-ministro, com uma pergunta em mente: se Portugal não falhou, o que dizer de Pedro Passos Coelho?

      Em entrevista ao programa Visão Global da Antena 1, o ministro dos Negócios Estrangeiros reforça o apoio ao diálogo político na Venezuela e falou sobre as relações entre Portugal e Angola.

      O ministro da Administração Interna garante em entrevista à Antena 1 que não será "nem para o ano, nem daqui por dois" que ser resolve o problema dos incêndios em Portugal.