Judoca portuguesa Joana Diogo conquista medalha de bronze em Tashkent

| Judo

Legenda da Imagem
|

A judoca portuguesa Joana Diogo conquistou hoje a medalha de bronze no Grande Prémio de Tashkent na categoria de -48 kg, naquela que foi a sua primeira subida ao pódio numa das principais provas do circuito internacional.

Joana Diogo, de 22 anos, 34.ª do ‘ranking’ mundial da sua categoria, venceu no combate decisivo a holandesa Amber Gersjes, 36.ª do mundo, por ‘waza-ari’, num duelo que se arrastou até ao ponto de ouro.

A judoca portuguesa efetuou quatro combates, com três vitórias e uma derrota, esta na qualificação para as meias-finais, com a sérvia Milica Nikolic, sétima do mundo, o que acabou por relegá-la para a zona de repescagem e para a luta pelo bronze.

Além da medalha de Joana Diogo, a delegação portuguesa em Tashkent conseguiu, neste primeiro dia de competição, um lugar de ‘finalista’ por parte de João Crisóstomo, com o sétimo posto nos -66 kg.

O judoca, 31.º do ‘ranking’ mundial, teve duas vitórias e duas derrotas, a última das quais já na fase de repescagem, diante do mongol Altansukh Dovdon (18.º), por ‘ippon’.

Em competição esteve também Mariana Esteves (52.ª), com dois combates nos -52 kg e derrotada frente à suíça Eveline Tschopp (11.ª), por ‘ippon’, e Maria Siderot (54.ª), nos -48 kg, que começou por vencer a uzbeque Gulnur Muratbaeva, campeã asiática de juniores, mas acabou derrotada pela holandesa Gersjes.

Portugal compete na capital do Uzbequistão com nove judocas, ficando a faltar a entrada nos tatamis de cinco. No sábado será a vez de Jorge Fernandes e Nuno Saraiva (-73 kg) e Anri Egutidze (-81 kg), e no domingo de Yahima Ramirez e Patrícia Sampaio (-78 kg).

Tópicos:

Diogo,

Pesquise por: Diogo,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      A menos de 100 quilómetros da fronteira com a Síria, a cidade turca de Gaziantep é uma terra de tradições e sabores.

      Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.