Liga dos Campeões. Benfica entra a perder na prova milionária

por Inês Geraldo - RTP
Alemães festejam perante desilusão de RDT António Cotrim - Lusa

O Benfica começou uma nova edição da Liga dos Campeões com uma derrota. No Estádio da Luz, a equipa de Bruno Lage (esta noite com Nélson Veríssimo) não foi capaz de travar o adversário e perdeu por 2-1. Werner bisou para os alemães e Seferovic marcou o tento de honra dos encarnados.

Na estreia na Liga dos Campeões, Bruno Lage (que esteve na bancada) promoveu a entrada do jovem Tomás Tavares, no lugar de André Almeida. Cervi também surgiu no onze inicial, com a dupla de atacantes a ser formada por Raul De Tomás e Jota.

Os primeiros sinais de perigo vieram da parte do RB Leipzig, que aos sete minutos viu um golo ser anulado por fora-de-jogo de Emil Forsberg. Mais forte que a equipa da casa, os alemães voltaram a assustar com um remate de Timo Werner, que viu Vlachodimos a fazer uma grande defesa.

O Benfica igualou a contenda por volta da meia-hora de jogo e Gulácsi parou um contra-ataque rápido, a cruzamento de Grimaldo feito para Raul de Tomás. O sinal de maior perigo por parte das águias aconteceu no tempo de descontos, com RDT a cabecear com perigo para grande defesa do guardião húngaro do Leipzig.

Na segunda metade, o Benfica viu o adversário ter mais bola e ser mais pressionante mas RDT e Pizzi estiveram perto de inaugurar o marcador. O avançado espanhou rematou em arco para fora e o internacional português atirou à figura de Gulácsi e ao lado num outro pontapé, assistido por Tomás Tavares.

Foto: Vlachodimos e Poulsen em ação no Benfica - RB Leipzig - Rodrigo Antunes - EPA

Perto dos 70 minutos, golo do RB Leipzig. Timo Werner finaliza de forma clínica, após assistência de Poulsen na área do Benfica. O Benfica tentou chegar ao empate mas Grimaldo e Cervi não foram capazes de bater o guarda-redes da equipa alemã que fez duas grandes defesas para conservar a vantagem da equipa de Julian Nagelsmann.

Aos 78 minutos, o 2-0 para o Leipzig. Sabitzer recebe, em jogo, o esférico pela direita e sem oposição assiste Timo Werner que só precisou de encostar. O fiscal de linha anulou, numa primeira instância, o golo do alemão mas o VAR validou o lance.

O melhor que o Benfica conseguiu fazer foi reduzir o resultado. Jogada pelo corredor direito do ataque encarnado, Tomás Tavares isola na profundidade Rafa que assiste Seferovic para bater Gulácsi pela primeira e única vez esta noite.

Assim, o Benfica volta a iniciar uma fase de grupos da Liga dos Campeões com uma derrota, estando no último lugar do Grupo G. O RB Leipzig lidera com três pontos, e Olympique de Lyon e Zenit têm um ponto, consequência do empate entre as duas equipas durante a tarde.

Na próxima jornada, a 2 de outubro, a equipa da Luz viaja até São Petersburgo, para defrontar o Zenit.

Tópicos