Sevilha arreda Manchester United da Liga dos Campeões

| Liga dos Campeões

Ben Yeder foi a figura do jogo com dois golos em Old Trafford
|

A equipa de José Mourinho foi eliminada esta terça-feira da Liga dos Campeões depois de receber e perder com o Sevilha em Old Trafford. Ben Yeder marcou os dois golos espanhóis que apuram os andaluzes para os quartos de final da Liga milionária.

Partida grande esta noite no Teatro dos Sonhos com os adeptos do Manchester United a pedirem a José Mourinho e companhia a presença nos quartos de final da Liga dos Campeões.

Com um empate a zero em Sevilha, cabia à equipa inglesa pegar no jogo no próprio estádio mas os espanhóis surpreenderam Old Trafford. Numa primeira parte equilibrada, foi a equipa de Vincenzo Montella que mais pressionou e procurou o golo.

Da parte da equipa da casa, registo apenas para um remate forte de Fellaini (regressou à titularidade) para grande defesa de Sergio Rico.

A segunda metade materializou a boa partida do Sevilha em Old Trafford. Ben Yeder causou estragos na defesa dos Red Devils e marcou dois golos que só tiveram resposta com um tento de honra de Lukaku.

Mourinho disse que uma derrota com o Sevilha seria uma desilusão e assim o técnico português não conseguiu apurar o Manchester United para o grupo das oito melhores equipas da Europa. Já Daniel Carriço e companhia estão na próxima fase da liga milionária.
Paulo Fonseca eliminado
O Shakhtar Donetsk jogou em Roma a tentar defender a vitória de 2-1 conseguida na Ucrânia e a chegar aos quartos de final da Liga dos Campeões.

A turma treinada por Paulo Fonseca ainda chegou ao intervalo empatada mas um golo de Edin Dzeko a abrir a segunda parte selou a eliminação do Shakhtar Donetsk.

Valeu à equipa italiana o golo marcado fora.

Tópicos:

Ben Yeder, Liga dos Campeões, Lukaku, Manchester United, Montella, Mourinho, Sevilha,

Pesquise por: Ben Yeder, Liga dos Campeões, Lukaku, Manchester United, Montella, Mourinho, Sevilha,

A informação mais vista

+ Em Foco

A fronteira entre a Irlanda do Norte e a República da Irlanda continua a ser a maior dor de cabeça interna de Theresa May.

O ministro dos Negócios Estrangeiros considera, em entrevista à Antena 1, que Portugal tem a vantagem de não ter movimentos populistas organizados.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.