Daniel Sousa diz que leva "nada menos do que tudo" na despedida de Arouca

por Lusa
Foto: Manuel Fernando Araújo - lusa

O treinador Daniel Sousa, que irá orientar o Sporting de Braga na próxima temporada, deixou hoje uma mensagem de agradecimento ao Arouca, no qual esteve últimos seis meses e levou ao sétimo lugar na I Liga de futebol.

O técnico, de 39 anos, assumiu a equipa arouquense à 12.ª jornada, em novembro de 2023, quando esta ocupava a última posição da tabela, com apenas seis pontos, conseguindo escalar na tabela e retirar o clube da luta pela manutenção no principal escalão do futebol português.

Em comunicado, Daniel Sousa não foi parco em elogios ao clube que agora troca pelos bracarenses.

"Terminados estes extraordinários seis meses, não posso partir sem deixar uma mensagem pública de agradecimento. Em primeiro lugar, a quem em mim depositou a confiança para o difícil desafio de manter o clube na I Liga. E, mais do que isso, me deu a oportunidade, enquanto treinador, de me associar e contribuir para um projeto único, cuja dimensão, eventualmente, nem sempre permite fazer justiça à qualidade e profissionalismo das pessoas que integra", expressou, em comunicado.

Num percurso que durou cerca de meio ano, substituiu Daniel Ramos para realizar 25 jogos, dos quais venceu 12, naquele que foi o seu regresso ao ativo, depois de ter orientado o Gil Vicente na temporada transata, a sua primeira experiência enquanto treinador principal.

Como já havia referido na conferência de imprensa de rescaldo à derrota frente ao Vitória de Guimarães (3-1), a derradeira partida enquanto treinador do Arouca, Daniel Sousa sublinhou a capacidade do clube em dar boas condições aos atletas e a equipa técnica.

"O Arouca é um clube especial, também, na capacidade de construir as condições para que a equipa, sobretudo os seus futebolistas se foquem no essencial: o rendimento. E estas palavras são sobretudo para eles também, os jogadores, o foco primeiro de uma equipa técnica, a quem agradeço a disponibilidade e comprometimento permanente. De Arouca e deste futebolistas levo nada menos do que tudo. Obrigado!", acrescentou.

Além disso, não deixou de mencionar as pessoas da vila de Arouca, bem como a massa adepta do clube, que considera que o "marcará para sempre". 

"E por fim, claro, um enorme obrigado aos adeptos e pessoas de Arouca, gente especial, de uma terra que produz força e caráter. E que felizmente se cruzou comigo e me marcará para sempre", concluiu.

O treinador, que, até se tornar treinador principal, fez o seu percurso enquanto adjunto e analista em equipas como a Académica, FC Porto, Chelsea, Tottenham, Zenit de São Petersburgo, Shanghai SIPG e Marselha, terá agora um novo passo na carreira com a chegada a Braga, já anunciada por António Salvador desde abril.

No Sporting de Braga, Daniel Sousa terá o desafio de superar, em 2024/2025, a prestação do emblema minhoto na época que agora finda, na qual conseguiu somar 68 pontos no campeonato, terminando em quarto.

pub