Abertura dos JO no Sena é o preferido

por Mário Aleixo - RTP
O rio Sena continua a ser o preferido para a abertura dos JO Gonzalo Fuentes - Reuters

O presidente francês, Emmanuel Macron, garantiu esta quinta-feira que o “cenário preferido” continua a ser uma cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos Paris2024 no rio Sena, apesar da ameaça de ataque.

Emmanuel Macron abordou ainda as polémicas recentes levantadas em torno da cantora franco-maliana Aya Nakamura, garantindo que esta estaria na cerimónia de abertura, caso fosse escolhida pela organização, “perfeitamente no seu lugar”.

O cenário preferido, que estamos a preparar e que queremos, é obviamente aquele que foi planeado com todos os organizadores e cujos detalhes serão revelados oportunamente”, declarou Macron, à margem da inauguração do novo centro aquático de Saint-Denis.

O Chefe de Estado francês disse que se deve “assumir a responsabilidade por esta cerimónia de abertura”, mesmo tendo consciência que “a França, infelizmente, está sob ameaça terrorista há já vários anos”.

Estamos a preparar vários cenários. Se a ameaça evoluir, se considerarmos que as circunstâncias assim o exigem, temos cenários alternativos”, explicou Macron, sem acrescentar detalhes.

O presidente garantiu ainda não ter dúvidas de que a Rússia tem como alvo os Jogos Olímpicos, sobretudo “em termos informativos”.

A força da alma, a autoconfiança, a relação com a verdade são a força das democracias e das grandes nações”, acrescentou.

pub