Félix da Costa abandona Grande Prémio de França de Fórmula E após acidente

| Outras Modalidades

|

O português António Félix da Costa (Amlin Andretti) abandonou hoje o Grande Prémio de França, sexta prova do Mundial de Fórmula E, depois embater no brasileiro Lucas di Grassi (Audi), na 20.? das 49 voltas ao circuito.

Depois de ter sido nono no Grande Prémio do Mónaco, há uma semana, hoje, o piloto português acabou fora da corrida, ao embater em di Grassi, pilloto que ainda trocou de carro e prosseguiu a corrida, mas viria a abandonar após novo acidente.

O abandono do brasileiro beneficiou diretamente o suíço e antigo piloto de Fórmula 1 Sebastian Buemi (Renault), que venceu a corrida e viu ampliar a distância para Grassi, o seu mais direto perseguidor no topo da classificação do campeonato (tem agora uma vantagem de 43 pontos).

Em segundo lugar na prova de hoje ficou o estreante argentino José Maria 'Pechito' López (Virgin), que beneficiou do despiste do francês Jen-Eric Vergne, quinto lugar no campeonato.

O pódio do Grande Prémio de França ficou completo com o alemão Nick Heidfeld (Mahindra Racing).

A informação mais vista

+ Em Foco

Os portugueses escolhem os seus representantes locais a 1 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as eleições Autárquicas.

    A deriva independentista do nacionalismo catalão está a revelar-se mais grave do que Madrid previa inicialmente. Temos posições que não permitem qualquer margem para diálogo e que conduziram o processo a um impasse.

    Um ensaio do LNEC e do Instituto Superior Técnico, no âmbito do KnowRisk, evidencia a importância da tomada de medidas preventivas. Veja os vídeos e compare os dois casos.

    A Alemanha aproxima-se da data do escrutínio de 24 de Setembro com uma economia próspera: muita exportação, muita construção, receitas fiscais abundantes, orçamentos públicos excedentários. O reverso da medalha é a degradação de condições sociais para uma parte significativa da população.