Pichardo, Dongmo e Mamona fora dos Mundiais de atletismo em pista coberta

por Lusa
EPA

Os portugueses Pedro Pichardo, ouro em Belgrado2022, a campeã mundial de há dois anos Auriol Dongmo e Patrícia Mamona, bronze nos Europeus de 2023, escolheram não participar nos Mundiais de atletismo em pista coberta,.

Pichardo tinha marca para participar no evento em Glasgow, Escócia, dado ter alcançado os mínimos, com 17,60 metros na Ataköy Arena, em Istambul, em 3 de março, com que ganhou os Europeus indoor de 2023, mas optou por não participar.

A representar Portugal na disciplina, apurado por ranking, está Tiago Pereira, segundo a atualização de hoje da lista disponibilizada pela World Athletics.

O mesmo acontece com a outra campeã mundial sob telha de Portugal, Auriol Dongmo, que registou 19,76 metros no mesmo dia e local do campeão olímpico do triplo em Tóquio2020, mas preferiu não ser inscrita.

Dongmo, que foi submetida a uma cirurgia após uma fratura numa perna no final do ano de 2023, fica assim de fora, com Jessica Inchude e Eliana Bandeira qualificadas por ranking.

No triplo feminino, Patrícia Mamona, que foi prata em Tóquio2020, e bronze em Istambul2023, também estará ausente, ainda que pudesse entrar por ranking, mesmo que não por marca.

A convocatória da Federação Portuguesa de Atletismo deverá ser divulgada na sexta-feira, com vista ao 19.º Mundial indoor, de 1 a 3 de março, em Glasgow.
pub