Portugal aspira a mais quatro vagas para Tóquio2020 no K4 500

| Outras Modalidades

|

Portugal persegue este domingo mais quatro vagas olímpicas na canoagem, que serão garantidas se Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista e David Varela conseguirem um sétimo lugar na final de K4 500 dos Mundiais de Szeged, na Hungria.

Emanuel Silva, que persegue a quinta presença olímpica, João Ribeiro, que procura a segunda, e os jovens Messias Baptista e David Varela, que ambicionam a estreia em Jogos, competem às 12:21, horas de Lisboa, sabendo que o sétimo lugar vale a presença em Tóquio em 2020.

O K4 500, que substitui o K4 1.000 que esteve no Rio2016, no qual Portugal foi sexto, apurou-se com o segundo lugar na meia-final.

Até ao momento, apenas Fernando Pimenta, medalha de bronze em K1 1.000, garantiu a presença da canoagem lusa no Japão, sendo que a seleção ainda espera pela confirmação do K1 200 feminino, depois do oitavo lugar de Teresa Portela.

Pimenta defende hoje o título mundial em K1 5.000, no evento que encerra dos Mundiais de Szeged, a capital internacional da canoagem.

Hélder Silva competirá ainda na final de C1 200, que caiu do programa olímpico, tentando melhorar o sexto lugar de 2018.

Além de Fernando Pimenta, Portugal já apurou um outro aleta para os Jogos, neste caso Paralímpicos, quando Norberto Mourão se sagrou vice-campeão do Mundo na classe adaptada de VL2 200.

Programa dos portugueses (horas de Lisboa):

Finais A

11:37 C1 200 Hélder Silva.

12:21 K4 500 Emanuel Silva/João Ribeiro/Messias Baptista/David Varela.

15:25 K1 5000 Fernando Pimenta.

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP ouviu os seis lideres partidários sobre temas que escapam aos programas políticos e que contribuem para definir o perfil dos candidatos.

    Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

    Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.