Portugal perde com a Sérvia depois de quebrar no quinto "set"

| Outras Modalidades

|

Portugal perdeu sábado frente à Sérvia, por 3-2, no segundo jogo da terceira jornada da Liga das Nações de voleibol, no qual os lusos levaram as decisões até ao quinto e decisivo parcial.

Depois de ter vencido o primeiro parcial (25-21), a equipa nacional acabou por permitir a reação dos sérvios, que venceram os dois 'sets' seguintes, mas ainda conseguiram regressar ao jogo com uma exibição de garra, que forçou um quinto parcial, no qual faltou frescura para evitar a derrota.

Os portugueses até vinham galvanizados com a vitória de sexta-feira, no primeiro jogo da ronda, frente à China (3-0), transportando essa motivação para um arranque de jogo em rendimento máximo, chegando a amealhar uma vantagem de cinco pontos, com Alexandre Ferreira e Marco Ferreira especialmente inspirados no ataque.

A Sérvia, que na véspera tinha arrancado uma surpreendente vitória ao Brasil [3-2] ainda reagiu, aproveitando alguns erros defensivos lusos, para empatar a 20-20, mas, apoiados por uma presença entusiasta do público, os portugueses recuperaram o ânimo no final e venceram o set por 25-21.

Após este bom arranque, o segundo parcial foi de 'pesadelo' para Portugal, que foi acumulando erros defensivos e ofensivos, que, mesmo com a reação na parte final, entregaram o rumo dos acontecimentos à equipa sérvia, que foi letal no remate até lograr uma vitória folgada por 25-15

A equipa das 'quinas' ainda entrou algo abalada no terceiro parcial, mas, paulatinamente, foi desfazendo uma inicial desvantagem para manter o marcador equilibrado durante vários pontos.

Caíque Silva esteve então em destaque, com uma série de ações fundamentais a atacar e defender, mas, na parte final do 'set', alguma inexperiência dos lusos permitiu à Sérvia impor um ascendente e, de novo, vencer por 25-22.

Sabendo que não tinha margem para mais erros, Portugal até entrou para o quarto 'set' algo oscilante, mas, à passagem do ponto 19, chegou à igualdade, que, de forma entusiasmante, soube manter com uma atuação cheia de alma e querer, acabando por protelar o parcial até arrancar uma vitória por 32-30.

No quinto 'set', a maior frieza dos sérvios fez a diferença, perante uma equipa lusa já sem a frescura para travar o maior 'poder de fogo' do adversário, que fechou o jogo com um 15-9.

Jogo realizado no Pavilhão Multiusos de Gondomar.

Portugal - Sérvia, 2-3.

Parciais: 25-21 (31 minutos), 15-25 (24), 22-25 (29), 32-30 (40), 9-15 (17).

Sob a arbitragem de David Fuentes (Espanha) e Daniele Rapisarda (Itália), as equipas alinharam:

Equipas:

- Portugal: Flip Cvetican, Alexadre Ferreira, Marco Ferreira, João Simões, Phelipe Martins e Miguel Tavares. Jogaram ainda: João Fidalgo (líbero) e Gil Pereira (líbero), Bruno Cunha, Tiago Violas, Caíque Silva, Lourenço Martins e Valdir Sequeira.

Treinador: Hugo Silva.

- Sérvia: Nikola Petkovic (líbero), Lazar Cirovic, Petar Krsmanovic, Miran Kujundzic, Dusan Petkovic e Vuk Todorovic. Jogaram ainda: Stevan Simic, Drazen Luburic, Nikola Jovovic, Milan Katic e Bozidar Vucicevic.

Assistência: Cerca de 2.500 espetadores.

A informação mais vista

+ Em Foco

Foi há 50 anos que o Homem partiu para a Lua. De Cabo Canaveral, nos EUA, seguiram três astronautas para colocar os nomes na história da humanidade.

Ouvido pela RTP, o artista chinês mostra-se convicto de que Hong Kong e Macau não serão, no futuro, controlados pela China.

Começa a legislatura do Parlamento Europeu saído das últimas eleições. Conheça aqui os eurodeputados portugueses e as suas prioridades.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.